SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

domingo, 18 de outubro de 2020

"CORONAVÍRUS: Dois ministros europeus contraem covid-19 após cúpula"

Chanceleres de Áustria e Bélgica anunciam teste positivo para o coronavírus. Governo austríaco diz que ministro pode ter sido infectado na reunião entre titulares do Exterior da UE no início da semana.Os ministros do Exterior da Áustria, Alexander Schallenberg, e da Bélgica, Sophie Wilmes, anunciaram neste sábado (17/10) que testaram positivo para o coronavírus.
Os dois participaram de uma cúpula entre chanceleres da União Europeia (UE) em Luxemburgo no início da semana, o que levantou preocupações de que a reunião pode ter sido um evento "superpropagador" da covid-19.
Schallenberg e Wilmes sentaram lado a lado em um café da manhã em grupo na última segunda-feira, segundo informou uma porta-voz do Ministério do Exterior da Áustria.
"Suspeita-se que Schallenberg pode ter sido infectado no Conselho de Assuntos Estrangeiros em Luxemburgo", disse a porta-voz, acrescentando que o ministro austríaco não apresenta sintomas e que foi testado apenas como uma medida rotineira.
Wilmes, por sua vez, informou que contraiu a doença em uma postagem no Twitter, mas sem mencionar a possibilidade de ter sido infectada na cúpula europeia.
"Meu resultado do teste de covid deu positivo. A contaminação provavelmente ocorreu dentro do meu círculo familiar, dadas as precauções tomadas fora de casa", escreveu a ministra belga.Segundo documentos oficiais, também compareceram pessoalmente à cúpula o chefe de política externa da UE, Josep Borrell, e os ministros do Exterior de Alemanha, França, Espanha, Itália, Dinamarca, Bulgária, Estônia, Irlanda, Grécia, República Tcheca, Croácia, Chipre, Letônia, Luxemburgo, Hungria, Malta, Holanda, Polônia, Romênia, Eslovênia, Eslováquia, Finlândia e Suécia.
Um porta-voz do ministro do Exterior alemão, Heiko Maas, afirmou que ele não teve contato próximo com Schallenberg e que recentemente testou negativo para o coronavírus.
"Um conceito estrito de higiene e segurança é aplicado durante as viagens de negócios do Ministério do Exterior. Nesse contexto, o ministro do Exterior Maas e todos os funcionários que o acompanharam em Luxemburgo foram testados de maneira rotineira e tiveram resultados negativos, o mais recente ontem, sexta-feira", disse o porta-voz.
O ministro do Exterior francês, Jean-Yves Le Drian, também recebeu resultado negativo na última quinta-feira, durante uma viagem à Argélia.
Na sexta-feira, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, defendeu a realização de reuniões presenciais entre representantes da União Europeia, apesar do aumento exponencial de casos em todo o continente. No mesmo dia, a Europa registrou 150 mil infecções em apenas 24 horas.
Na última quinta, líderes do bloco se reuniram em Bruxelas para discutir temas como a saída do Reino Unido da UE, a pandemia e mudanças climáticas.
Duas autoridades presentes, a primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, foram forçadas a deixar a reunião mais cedo para entrar em quarentena, após serem informadas de que tiveram contato com pessoas infectadas.
EK/dpa/rtr/dw/cp
Caminho Politico #caminhopolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos