TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

MPF em Cuiabá

MPF em Cuiabá
Av. Miguel Sutil, nº 1.120, Esquina Rua J. Márcio (R. Nestelaus Devuisky) Bairro Jardim Primavera

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

"DEMOCRACIA : Presidente da OAB-MT alerta que direito ao voto é inegociável"

A um mês das eleições, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) Leonardo Campos alerta que o direito ao voto é inegociável, e condena práticas da velha política que já deveria estar abolidas, como a compra de votos.
“No estado democrático de direito, a participação democrática é o bem mais valioso que os cidadãos possuem. Este é um bem indisponível, portanto não pode ser negociado. Quem vende voto e quem o compra contraria mais que a legislação eleitoral, contribui para o enterro do sonho de uma sociedade melhor”, assevera Leonardo. O advogado diz acreditar que apesar das incertezas provocadas pela pandemia do novo coronavírus, as eleições 2020 deve ser um convite para que a sociedade vá às urnas e escolha aqueles que vão governar e legislar nos próximos quatro anos.
“A OAB-MT convoca todos os eleitores mato-grossenses a fazerem sua parte e não se omitir nestas eleições. Cada vez que podemos ir às urnas, a cada dois anos, temos a oportunidade de cumprir nosso direito e dever de cidadãos”, enfatiza Leonardo.
OAB-MT nas eleições 2020
Para orientar os eleitores sobre a importância do voto e da participação democrática, a seccional da Ordem lançou a campanha “OAB-MT nas eleições 2020”.
“Por meio das redes sociais da OAB-MT vamos publicar materiais com o objetivo de conscientizar, explicar e esclarecer aspectos da eleição, e ao mesmo tempo combater a cultura de disseminação das fake news, assim como demonstrar os riscos que existem para a democracia, quando a disputa eleitoral não é feita de forma honesta e equilibrada”, explica Leonardo.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos