Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

"DEMOCRACIA : Presidente da OAB-MT alerta que direito ao voto é inegociável"

A um mês das eleições, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) Leonardo Campos alerta que o direito ao voto é inegociável, e condena práticas da velha política que já deveria estar abolidas, como a compra de votos.
“No estado democrático de direito, a participação democrática é o bem mais valioso que os cidadãos possuem. Este é um bem indisponível, portanto não pode ser negociado. Quem vende voto e quem o compra contraria mais que a legislação eleitoral, contribui para o enterro do sonho de uma sociedade melhor”, assevera Leonardo. O advogado diz acreditar que apesar das incertezas provocadas pela pandemia do novo coronavírus, as eleições 2020 deve ser um convite para que a sociedade vá às urnas e escolha aqueles que vão governar e legislar nos próximos quatro anos.
“A OAB-MT convoca todos os eleitores mato-grossenses a fazerem sua parte e não se omitir nestas eleições. Cada vez que podemos ir às urnas, a cada dois anos, temos a oportunidade de cumprir nosso direito e dever de cidadãos”, enfatiza Leonardo.
OAB-MT nas eleições 2020
Para orientar os eleitores sobre a importância do voto e da participação democrática, a seccional da Ordem lançou a campanha “OAB-MT nas eleições 2020”.
“Por meio das redes sociais da OAB-MT vamos publicar materiais com o objetivo de conscientizar, explicar e esclarecer aspectos da eleição, e ao mesmo tempo combater a cultura de disseminação das fake news, assim como demonstrar os riscos que existem para a democracia, quando a disputa eleitoral não é feita de forma honesta e equilibrada”, explica Leonardo.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos