SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

“Senado não é laboratório de experiência”, dispara Jayme Campos

A candidatura de Nilson Leitão (PSDB) ao Senado Federal tem o apoio dos dois atuais senadores de Mato Grosso, Jayme Campos (DEM) e Wellington Fagundes (PL). Isso acontece porque, dentre todos os candidatos, eles levam em conta a longa trajetória política de Leitão, que revela ser o mais apto para assumir o importante cargo. Campos e Fagundes concordam, neste ponto: o Senado não é lugar de experimentos para pessoas despreparadas.
De acordo com Jayme Campos, Nilson Leitão, sem sombra de dúvidas, é o melhor candidato nestas eleições suplementares do dia 15 de novembro. “É um homem experiente, já foi vereador, já foi prefeito, deputado estadual, teve dois mandatos como deputado federal e tem conhecimento suficiente para representar o povo mato-grossense no Congresso Nacional”, apontou.
Ele ressalta que não basta apenas querer ser eleito, é preciso ter prática na gestão pública, algo que Leitão possui há quase 30 anos. Afinal, o senador eleito terá 6 anos pela frente. “Nós não podemos transformar a Câmara e o Senado em laboratório de experiência”, declarou Campos.
Segundo Jayme, Nilson se mostrou um cidadão independente que deixa claro que preza pelos interesses da sociedade brasileira e, sobretudo, da mato-grossense. “Ele vai fazer um trabalho exitoso, certamente, com resultados em todas as suas ações. Primeiro, aprovando bons projetos de leis que vão atender a população. Segundo, pela sua experiência, vai trabalhar no sentido de viabilizarmos recursos para as obras estruturantes que este Estado precisa”, disse.
Jayme acredita que, junto a Wellington Fagundes, os três vão colocar as necessidades de seu povo acima de interesses isolados. Além disso, ele confia no fato de ter seu irmão, Júlio Campos, como primeiro suplente da chapa “Mato Grosso Por Inteiro”, e Zé Márcio Guedes, como segundo suplente, pois sabe que os dois se empenharão em trazer resultados positivos para o Estado.
“Como Senador da República, eu ficaria muito feliz de ter ao meu lado alguém como Nilson Leitão porque sei que, junto com Wellington Fagundes e pelas boas articulações que nós temos em Brasília, vamos conseguir ser um trio que vai lutar muito e vai conseguir muitos investimentos naquilo que Mato Grosso precisa”, concluiu.
Coligação “Mato Grosso por Inteiro” - PSDB / DEM / PL / PTC - CNPJ: 38.731.179/0001-20. Nilson Leitão. Suplentes Júlio Campos e José Márcio Lopes Guedes. Propaganda eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos