SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

CORONAVÍRUS: Chile deve iniciar vacinação contra covid-19 na próxima semana


Governo chileno aguarda chegada da primeira remessa da vacina da Pfizer/BioNTech. "A vacinação é um ato de solidariedade, porque um protege todos", diz presidente Sebastián Piñera. O Chile espera iniciar na próxima semana a campanha de vacinação contra o coronavírus, anunciou o presidente Sebastián Piñera neste domingo (20/12). A imunização deve começar entre agentes de saúde.
"Esperamos iniciar o processo de vacinação no Chile na próxima semana e vamos começar com as pessoas que estão na linha de frente, nas unidades críticas, atendendo os pacientes críticos", disse Piñera.
Na quarta-feira, o Chile se tornou o primeiro país sul-americano a aprovar o uso da vacina da Pfizer/BioNTech. O país agora aguarda a chegada de uma primeira remessa com 20 mil doses para iniciar o processo de vacinação. Na primeira etapa, 9.875 pessoas serão vacinadas, considerando que o imunizante exige a aplicação de duas doses. A vacina da Pfizer/BioNTech já começou a ser aplicada no Reino Unido, Estados Unidos, Canadá, Israel e Arábia Saudita.
O plano prevê ainda vacinar no primeiro trimestre de 2021 5 milhões de pessoas dos grupos de risco: portadores de doenças crônicas, idosos e profissionais da saúde. Para todo o primeiro semestre do próximo ano, o governo espera vacinar 15 milhões dos mais de 18 milhões de habitantes do país. "A vacinação não é apenas para proteger a si mesmo, é um ato de solidariedade, porque um protege todos", disse o presidente.
Desde o início da pandemia, o Chile somou 583.355 casos de covid-19 e 16.101 mortes associadas à doença. A taxa de letalidade por 100 mil habitantes é de 85,97, um pouco abaixo da do Brasil, o país sul-americano que acumula mais mortes.
JPS/afp/ots/cp
@CaminhoPolitico 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos