SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Senado fiscalizará aplicação do Plano Nacional de Vacinação

Senador Wellington Fagundes afirmou que recursos já aprovados de forma excepcional darão tranquilidade à população.
O Governo Federal lançou nesta quarta-feira, 16, o Plano Nacional de Vacinação contra COVID-19, durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília. Durante a solenidade, o senador Wellington Fagundes (PL-MT), membro da Comissão do Senado criada para acompanhar as ações do Executivo no combate à pandemia, afirmou que a Casa estará imbuída em fiscalizar o “início, o meio e o fim” da imunização coletiva, já que o objetivo principal, segundo ele, é ter celeridade em salvar vidas e retomar a economia.
“Essa entrega oficial é uma esperança que toda a população brasileira aguarda há muito tempo. São 180 mil vidas que já se foram, então não podemos perder tempo, principalmente em dar à população a tranquilidade e certeza de que teremos uma vacina com qualidade e um programa de vacinação com muito planejamento”, adiantou Fagundes. Segundo ele, a comissão do Senado tem trabalhado para que não falte recursos para a compra das vacinas e para suprir os gastos logísticos. Inclusive, salientou que estão sendo liberados montantes que já foram aprovados de forma excepcional.
“Para esta empreitada, não pode faltar dinheiro. O Brasil é um país rico e com condições de imunizar 100% da nossa população gratuitamente”, completou o senador. Wellington defendeu a necessidade de que as vacinas disponibilizadas se baseiem unicamente em comprovações científicas criteriosas, reforçando apreço aos critérios da Agência Brasileira de Vigilância Sanitária. “Não tem por que a população ter medo de se vacinar. todos devem fazê-lo para que a sociedade brasileira, por completo, esteja livre dessa pandemia” - acrescentou.
Durante a solenidade, o ministro da saúde, general Eduardo Pazuello, afirmou que já está definido junto ao ministério da Defesa uma ida aos Estados principais, por região militar que já possua comando logístico ativado. Segundo ele, além de todas as vacinas serem grátis (pelo SUS) à população, as empresas aéreas e rodoviárias tem oferecido auxílio gratuito na distribuição das doses imunizadoras.
Aos governadores presentes, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “a grande força é a união para buscar a solução de algo que nos aflige há meses. Se algum de nós extrapolou ou até exagerou, foi no afã de buscar solução. Realmente [a pandemia] nos afligiu desde o início. Não sabíamos o que era esse vírus como ainda não sabemos em grande parte. E nós todos, irmanados, estamos na iminência de apresentar uma alternativa concreta para nos livrarmos desse mal: o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19”, enalteceu.
Da Assessoria/Caminho Político
Foto: Pedro França / Agência Senado
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos