SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

Presidente da Câmara quer ampliar medidas de combate à violência contra mulher

O Presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Juca do Guaraná Filho (MDB), recebeu na presidência, o advogado Dr. Jonatas Peixoto, que apresentou pautas de combate a violência contra mulher e ao feminicídio.
O Criminalista nos últimos anos abraçou causas e projetos com foco na redução do feminicídio com base na valorização da “Lei Maria Da Penha”. “As medidas de proteção/medidas protetivas servem em tese justamente para proteger as vítimas e reprimir os agressores. Ocorre, que no dia a dia, isto não acontece, pois, a mulher está a mercê de seu parceiro violento. A Lei Maria da foi criada para dar proteção a essas mulheres vítimas. “Mas se por um lado é aplicada com eficácia, por outro falham os órgãos competentes para executá-las , esta é uma das pautas que queremos ampliar o conhecimento dos parlamentares”, enfatiza Peixoto.
Dr. Jonatas entende que a câmara é um ponto de apoio da população e que medidas podem ser tomadas para estancar problemas, principalmente na conscientização das mulheres que estão em eminente situação de violência.
O Presidente da Câmara agradeceu a visita do Dr. Peixoto e dispôs abrir a porta do parlamento em defesa das mulheres de Cuiabá.
“Sem duvida a Câmara dará continuidade em debater temas como este e principalmente em sugerir leis e fiscalizar ações de combate à violência”, disse Juca do Guaraná.
Saiba Mais :
O Brasil é um dos países em que mais se matam mulheres no mundo. E o estado de MATO GROSSO não é uma exceção: segundo a Superintendência de Observatório de Violência da SESP/MT houve um aumento de 42% no número de feminicidios em 2020, em relação ao ano de 2019.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos