TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

Kássio Coelho defende alteração do período de proibição da pesca por causa da desova dos peixes

O presidente da Comissão de Transportes Urbanos e Meio Ambiente da Câmara Municipal de Cuiabá, Kássio Coelho (Patriota), defendeu que o período final de defeso da piracema seja alterado para 1º de novembro a 28 de fevereiro.
O último período de proibição da pesca no Estado, definido pelo Conselho Estadual de Pesca (Cepesca,) foi de 1º de outubro de 2020 a 31 de janeiro de 2021, entretanto, diversos vídeos registrados por pescadores, no início de fevereiro deste ano, apontam que o espaço não tem sido suficiente para os peixes reproduzirem.
“Deparamos com uns vídeos e fotos das cacharas, dos pintados, dos jaús todos cheios de ovas. Os rios estão praticamente secos, não encheu o suficiente para desovar, as ovas estão maduras e os peixes não estão reproduzindo. Futuramente nossos netos não terão acesso ao peixe. Isso é muito preocupante, principalmente para mim, que praticamente cresci dentro do rio Cuiabá pescando”, declarou o vereador.
Kássio Coelho contou que irá requerer uma audiência pública e acionar o Poder Público para debater essa pauta. Segundo o parlamentar, seu objetivo é que o período de pesca respeite o tempo necessário para reprodução dos peixes.
Ele ainda destacou a falta de conscientização dos pescadores que insistem em praticar a pesca irregular. “Além do prazo determinado, nós temos um problema que é sobre o respeito do cidadão pelo rio Cuiabá. Nosso problema, além dos rios baixos, são os predadores. Como a água está suja e o nível do rio está baixo, o predador tem vantagem na frente dos peixes. Temos lugares que a fiscalização não consegue acompanhar”, disse.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos