SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

PLEBISCITO: Prefeito reafirma que o povo é quem deve escolher melhor modal para Cuiabá

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, reafirmou na manhã desta segunda-feira (8), que, apesar de ser simpatizante a implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e Várzea Grande, a escolha entre VL e Bus rapid transit (BRT) deve partir unicamente da população. Na semana passada, ele aderiu à campanha "Plebiscito Já", lançada pelo deputado federal, Emanuel Pinheiro Neto, o Emanuelzinho (PTB).
O prefeito ressalta que a população deve ir às urnas por meio de um plebiscito que deve ser convocada e aprovada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Posteriormente, o chamamento de uma eleição para escolha do modal deve ser organizada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em um prazo máximo de 90 dias.
Ele lembrou que existem dois pedidos de criação de um plebiscito no Legislativo Estadual, inclusive, um pedido de 2015, convocado por ele quando ainda era deputado estadual.
"Existem 2 pedidos na Assembleia para criar um plebiscito, um meu, de quando era deputado em 2015 e do deputado estadual Wilson Santos. Depois de todo esse imbróglio, depois de tanto dinheiro investido e de situações judicializadas, não cabe para nenhum gestor decidir sozinho sobre a escolha para implantar um novo modal em Cuiabá. Essa decisão tem que ser do povo. Sou pró-LTV, quero o mais moderno e desenvolvido e o melhor para a população. Mas, não sou escravo disso. O rito é, a Assembleia aprova o plebiscito com assinaturas de 8 parlamentares e o TRE é comunicado e assim é obrigado a convocar a eleição em até 90 dias", explicou o prefeito.
Após o rito no TRE, conforme Pinheiro, caso a campanha ocorra no prazo de 30 dias, as partes que defendem o VLT e o BRT terão 5 minutos cada um defender o melhor meio de transporte público.
"Terá um horário eleitoral e inserções. E assim, teremos um debate transparente, justo e honesto para explicar o que é o BRT e o VLT. As vantagens e desvantagens de cada um. E o maior interessado, o povo vai poder escolher qual é o melhor modal. Poderemos definir de uma vez por todas e a população vai entender como funciona cada um", comentou. Por fim, o chefe do Executivo Municipal, esclarece: " O modal 'X 'ganhou definido em plebiscito, o Governo do Estado é obrigado a implantar o escolhido", finalizou.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos