TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

MPF em Cuiabá

MPF em Cuiabá
Av. Miguel Sutil, nº 1.120, Esquina Rua J. Márcio (R. Nestelaus Devuisky) Bairro Jardim Primavera

terça-feira, 2 de março de 2021

LEITOS BLOQUEADOS: Max Russi pede reforço ao Estado para auxiliar pacientes infectados

Preocupado com o bloqueio de 38 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Cuiabá, o que coloca em risco a vida de vários pacientes contaminados pelo novo coronavírus, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB) recorreu ao governo do Estado, na tentativa de conseguir, em caráter de urgência, a disponibilidade de profissionais e recursos para ajudar o município que mais atende pessoas contaminadas pela Covid-19.
“A rede municipal de saúde conta com poucos leitos de UTI adulto disponíveis para toda a população cuiabana, o que gera uma situação alarmante de possível colapso, pois uma superlotação no sistema da cidade colocaria muitas vidas em risco, o que justifica a necessidade da Secretaria de Estado de Saúde (SES) oferecer apoio, por meio do fornecimento de pessoal e recursos”, alertou Max Russi ao defender que tal bloqueio impacta diretamente na taxa de ocupação.
O motivo desse bloqueio, conforme nota divulgada pela Prefeitura de Cuiabá na semana passada, é devido à falta de médicos e medicamentos para atender a demanda de pacientes infectados, que já somam 54.096, destes 9.837 são de casos confirmados de outras cidades, mas atendidos na Capital. Além disso, Cuiabá atende hoje, 120 pacientes na enfermaria e 205 em UTI. Além disso, existem os casos de suspeitas de contágio onde 108 pessoas encontram-se internadas em enfermaria e 55 em UTI, totalizando 488 pacientes sob os cuidados do município.
De acordo com o presidente da Casa de Leis, seu pedido ao Poder Executivo baseia-se na obrigação do estado em oferecer saúde digna ao cidadão, “pois no caso da falta de leitos de UTI, o principal prejudicado não será a Prefeitura do município, mas sim a própria população”, salientou Russi, que nesta terça-feira (2) encaminhou indicação ao governo sobre o assunto e também, pedindo gratificação extraordinária aos profissionais da saúde que trabalham na linha de frente no combate à Covid-19, com pagamento retroativo desde o mês de janeiro de 2021.
Contaminação em MT – Em todo o estado, segundo boletim emitido no final da tarde desta segunda-feira (1), pela SES, já são 252.528 pessoas contaminadas, 1.256 encontram-se internadas e 8.603 cumprem isolamento domiciliar. Mato Grosso registrou até o momento, 5.832 óbitos por coranavírus.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos