TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

MPF em Cuiabá

MPF em Cuiabá
Av. Miguel Sutil, nº 1.120, Esquina Rua J. Márcio (R. Nestelaus Devuisky) Bairro Jardim Primavera

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

sexta-feira, 2 de abril de 2021

CRIMINALIDADE: Entre lockdown e home office, 2020 foi ano ruim para ladrões

Novo coronavírus atinge o mundo com dureza, e entre as "classes profissionais" castigadas estão os assaltantes residenciais: para seu azar, a população agora passa tempo demais em casa. A confederação do setor de seguros da Alemanha, GDV, divulgou na quinta-feira (31/03) que o número de roubos residenciais no país atingiu o nível mais baixo desde as primeiras estatísticas disponíveis, em 1998. Houve 85 mil reivindicações de seguro em 2020, 10 mil a menos do que no ano interior.
"A queda dos arrombamentos se deve em grande parte à população passar tão mais tempo em casa, devido à pandemia de covid-19", explicou o presidente da GDV, Jörg Asmussen. "Muitas vezes os ladrões nem tiveram oportunidade para cometer o crime."
Também em consequência do confinamento e do trabalho à distância, as indenizações por roubo caíram para 230 milhões de euros, 70 milhões de euros a menos do que em 2019. O valor médio também encolheu cerca de 10%, girando em torno de 2.750 euros. A tendência decrescente dos pedidos de ressarcimento entre 2019 e 2020 foi registrada em todos os 16 estados alemães.
Por outro lado, o número de roubos residenciais no país já vinha caindo desde 2015, depois de um crescimento contínuo a partir de 2008, chegando a um pico de 167.136, quase o dobro da cifra de 2020.
Asmussen explica que grande parte dos proprietários de imóveis da Alemanha está investindo em tecnologia de segurança mais eficaz, o que tem compensado. Quase a metade das tentativas de arrombamento falha por os criminosos não conseguirem penetrar nas casas suficientemente rápido.
Richard Connor/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos