Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Mixto Esporte Clube

Mixto Esporte Clube
Nas origens do Mixto uma mescla de cultura, tradições regionais e esportes praticados por homens e mulheres.

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022

quinta-feira, 13 de maio de 2021

LEVANTAMENTO: Jornal Nacional aponta que apenas Cuiabá e outras quatro capitais possuem doses de Coronavac para serem utilizadas

Isso porque, a capital mato-grossense decidiu não utilizar todas as remessas recebidas como 1ª dose, para acelerar a imunização e reservou como 2ª dose para aqueles já haviam se vacinado.
Um levantamento feito pelo Jornal Nacional e exibido na edição transmitida na noite desta quarta-feira (12), apontou que apenas Cuiabá e outras quatro capitais do Brasil, além do Distrito Federal, ainda possuem doses da Coronavac para aplicação da segunda dose. Isso porque, a capital mato-grossense decidiu não utilizar as doses que recebeu como 1ª dose, conforme orientado inicialmente pelo Ministério da Saúde, para acelerar a vacinação da população brasileira, e reservar para aqueles que já haviam tomado a 1ª dose, como era o programado. Pela atitude, a Prefeitura de Cuiabá chegou inclusive, a ser acusada de estar “estocando” vacinas, o que logo foi desmentido pelo prefeito Emanuel Pinheiro, ao explicar da sua decisão de guardar as 2ª doses de quem já havia tomado a primeira. “Em Cuiabá, quem toma a primeira dose, não há a menor possibilidade de sua vacina estar escondida. Ela estará armazenada porque é patrimônio do cidadão que tomou”, afirmou o prefeito.
Ainda conforme o estudo do jornal, o imunizante está em falta em ao menos 20 capitais, oito já suspenderam a vacinação da segunda dose, por conta da falta de remessas, que conforme o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, informou, não há previsão de entrega de novas doses da Coronavac.
Atualmente os grupos que ainda estão recebendo a 2ª de Coronavac são os grupos de trabalhadores da saúde, idosos de 65 a 69 anos e os integrantes das Forças Armadas, no Centro de Eventos do Pantanal, de maneira presencial e na UFMT, no modelo Drive Thru.
Nesta semana, Cuiabá atingiu o marco de mais de 150 mil doses aplicadas. Até a noite de ontem (12), foram vacinadas 152.834, sendo 106.912 como 1ª dose e 45.922 como 2ª dose.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos