PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS
PLATAFORMA EAD DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO Cuiabá - MT.

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

segunda-feira, 31 de maio de 2021

Políticos e epidemiologistas criticam Copa América no Brasil

"Inacreditável" e "desrespeito": senador Randolfe Rodrigues pede que CPI da Pandemia convoque o presidente da CBF, e deputado Júlio Delgado afirma que irá ao STF para proibir realização do torneio no país. O anúncio de que o Brasil sediará a Copa América de futebol neste ano foi criticado por políticos de diversos partidos e epidemiologistas, que consideram um erro o país receber o evento em meio a diversos sinais de que enfrentará uma nova alta no número de casos e mortes pela covid-19.
A atual edição da Copa América, que ocorre de 13 de junho a 10 de julho, seria realizada inicialmente na Colômbia e na Argentina. Em 20 de maio, a Colômbia anunciou que não sediaria o evento devido a uma onda de protestos generalizados contra o governo e a situação sanitária do país.
Neste final de semana, o ministro do Interior da Argentina, Wado de Pedro, sinalizou que seria muito difícil também realizar o torneio em território argentino, após uma pesquisa de opinião apontar que 70% da população não queria a realização da Copa América no país.
A Conmebol, então, retirou o campeonato da Argentina, e nesta segunda-feira (31/05) anunciou que o Brasil seria o país-sede. "A Conmebol agradece ao presidente Jair Bolsonaro e sua equipe, bem como a Confederação Brasileira de Futebol [CBF], por abrir as portas daquele país ao que é hoje o evento esportivo mais seguro do mundo", disse a entidade no Twitter.
A Copa América é a principal competição entre as seleções nacionais de países da América do Sul. Neste ano, o evento será transmitido no Brasil pelo SBT. Em julho de 2019, quando o Brasil foi campeão do torneio, também realizado no país, Bolsonaro foi ao gramado do Maracanã acompanhar a entrega da taça, e depois tirou fotos segurando o troféu ao lado dos atletas.
Convocação do presidente da CBF
Um dos políticos que reagiram à decisão foi o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Pandemia. Ele protocolou um requerimento pedindo que a comissão convoque o presidente da CBF, Rogério Langanke Caboclo, para questioná-lo sobre as medidas planejadas para garantir a segurança sanitária do evento.
"Não temos a menor condição de sediar uma Copa neste momento de pandemia no país! Sou amante do futebol, mas sou defensor da VIDA! Se o Presidente tivesse tido essa agilidade para responder à Pfizer como foi com a Conmebol, certamente poderíamos estar recebendo esse evento", afirmou Randolfe no Twitter.
"TWITTER: Randolfe Rodrigues 🇧🇷💉 - @randolfeap - Não temos a menor condição de sediar uma Copa neste momento de pandemia no país! Sou amante do futebol, mas sou defensor da VIDA! Se o Presidente tivesse tido essa agilidade p/ responder à Pfizer como foi com a Conmebol, certamente poderíamos estar recebendo esse evento. 2:03 PM · May 31, 2021
O relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), também manifestou oposição à realização do evento no Brasil, e acusou o governo federal, a Conmebol e a CBF de formarem um "sindicato de negacionistas".
"TWITTER: Renan Calheiros - @renancalheiros -Com mais de 462 mil mortes sediar a Copa América é um campeonato da morte. Sindicato de negacionistas: governo, Conmebol e CBF. As ofertas de vacinas mofaram em gavetas mas o ok para o torneio foi ágil. Escárnio. 1:06 PM · May 31, 2021
O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM), que comandou a pasta no governo Bolsonaro até abril de 2020, afirmou que a decisão de sediar a Copa América neste momento é "inacreditável" e representa um "total cinismo" em relação à situação da pandemia no Brasil.
"TWITTER: Henrique Mandetta - @lhmandetta - Pandemia em expansão. Brasil é, neste momento, um grande covidário. Hoje ficamos sabendo que o Brasil vai sediar a "Cova América". Um total cinismo em relação ao que está acontecendo. Inacreditável. 1:29 PM · May 31, 2021
O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) afirmou que irá pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) que proíba a realização da Copa América no país.
Rapidez da decisão
Diversas críticas à realização da Copa América no Brasil destacaram a rapidez com a qual o governo federal tomou a decisão de aceitar sediar o campeonato no país, comparando-a com a demora para responder a e-mails da farmacêutica Pfizer que ofereciam a venda de doses de sua vacina contra a covid-19. O presidente da Pfizer para a América Latina, Carlos Murillo, afirmou à CPI da Pandemia que a primeira oferta foi feita em agosto de 2020, mas o contrato foi assinado somente em março deste ano.
Ciro Gomes, candidato a presidente em 2018 e pré-candidato do PDT para disputar novamente o pleito em 2022, foi um dos que exploraram a diferença de agilidade para criticar a decisão do governo.
"TWITTER: Ciro Gomes - @cirogomes - Bolsonaro demora meses para responder ofertas de vacinas contra Covid, mas leva horas para aceitar que a Copa América aconteça no Brasil. Prioridades bem definidas de um governo genocida! 12:55 PM · May 31, 2021
Em outro post, Ciro afirmou que a CPI da Pandemia deveria convocar o presidente da CBI e autoridades esportivas. "A questão não é gostar ou não gostar de futebol. Eu adoro! A questão é não brincar com a vida dos brasileiros. E não fazer demagogia a troco da morte de inocentes", escreveu.
O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), integrante do Movimento Brasil Livre (MBL) e um dos líderes de manifestações pelo impeachment de Dilma Rousseff em 2016, afirmou que o torneio deveria se chamar "Cepa América 2021", em referência às variantes do coronavírus mais transmissíveis que vêm sendo detectadas em alguns países, como Brasil e Índia.
"TWITTER: Kim Kataguiri 🇧🇷 - @KimKataguiri - Dois meses pra responder o e-mail da Pfizer. Horas pra responder a Conmebol. CEPA AMÉRICA 2021 2:07 PM · May 31, 2021
A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou que a decisão é "inacreditável", tendo em vista a projetada alta de novos casos e mortes no país enquanto os sistemas de saúde de diversas cidades estão saturados.
"TWITTER: Gleisi Hoffmann - @gleisi - E a gente fica sabendo que Bolsonaro autorizou a realização da Copa América aqui no Brasil! É sério isso?Em meio à pandemia, chegada de 3a onda, risco de falta de leitos e insumos e com a vacinação lenta? Inacreditável! 11:21 AM · May 31, 2021
Epidemiologistas apontam risco
A realização da Copa América no Brasil em meio à pandemia também foi considerada uma má ideia por epidemiologistas. Pedro Hallal, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), disse que a decisão é um "deboche e um desrespeito" aos familiares das mais de 460 mil pessoas que morreram em decorrência da covid no país.
"TWITTER: Pedro Curi Hallal - @PedroHallal - A Copa América no Brasil é um deboche e um desrespeito com as 460 mil famílias em luto no país. A decisão foi tomada exatamente no momento em que a terceira onda se inicia. Como fã de futebol, lamento que o esporte esteja cada vez mais se afastando do povo. 12:11 PM · May 31, 2021
A epidemiologista Ethel Maciel, professora da Universidade Federal do Espírito Santo, afirmou que o Brasil está dando ao resto do mundo um "péssimo exemplo: tudo bem morrer em nome do lucro".
"TWITTER: Ethel Maciel, PhD - #TodosPelasVacinas💉 - @EthelMaciel - Os países que eram sede não aceitaram a copa. O Brasil, com maior número de casos e óbitos, faz o papelão de aceitar a copa. Um desrespeito com a vida dos brasileiros/as. Ao resto do mundo o Brasil dá um péssimo exemplo: tudo bem morrer em nome do lucro.1:19 PM · May 31, 2021
Algumas críticas relembraram que os protestos contra Dilma em 2013 começaram como uma reação à Copa do Mundo de 2014 no país, nos quais os manifestantes pediam mais investimentos em escolas e hospitais e menos em estádios.
O cientista político Claudio Ferraz, professor da PUC-Rio, comentou: "Da última vez que o Brasil sediou um evento de futebol, isso contribuiu para espalhar os grandes protestos de 2013 que foram o começo do fim de Dilma Rousseff em 2016".
Segundo especialistas e o próprio Ministério da Saúde, o Brasil está à beira de uma terceira onda de infecções pelo coronavírus. As UTIs de vários estados estão cheias, e a previsão de epidemiologistas é de piora no desastre sanitário brasileiro justo no período em que se disputará a Copa América.
bl/ek (ots)cp
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos