PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS
PLATAFORMA EAD DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO Cuiabá - MT.

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

segunda-feira, 21 de junho de 2021

Medeiros defende união da direita e convida Coronel Fernanda para filiar no Podemos

Com apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), o deputado federal José Medeiros (Podemos) trabalha para unir as lideranças bolsonaristas de Mato Grosso. A intenção do parlamentar é construir candidaturas majoritárias e proporcionais de direita para ajudar o processo de reeleição do presidente Bolsonaro nas eleições do próximo ano.
Entre os nomes que Medeiros pretende convidar para filiar no Podemos e reforçar o time da direita está o da ex-candidata ao Senado pelo Patriota, Coronel Fernanda Rúbia. “Vamos reforçar o convite para a Coronel Fernanda filiar no Podemos e disputar a eleição de 2022. Ela já manifestou publicamente o interesse em ser candidata e estamos de portas abertas para recebê-la”, afirma Medeiros.
Além de Fernanda, Medeiros também já convidou os deputados estaduais do PSL Delegado Claudinei, Gilberto Cattani e Ulysses Moraes para filiar no Podemos. Os três parlamentares já manifestaram insatisfação com a adesão do PSL à base governista e não descartam deixar a sigla assim que a “janela partidária” for aberta.
“Tem um grupo de políticos que estão preocupados com a força da direita em nosso estado. Não estão mediando esforços para desarticular o grupo de direita cooptando partidos, prefeitos e vice-prefeitos para aderirem ao projeto contrário ao do presidente Bolsonaro. Tenho certeza que as lideranças políticas e os partidos que são alinhados com as pautas defendidas pelo presidente estarão unidos trabalhando a sua reeleição”.
Medeiros, que conta com o apoio do presidente Bolsonaro para disputar o Senado no próximo ano, disse as lideranças de direita estão buscando uma alternativa para o governo estadual, uma vez que o governador Mauro Mendes (DEM) errou ao entrar na onda oposicionista liderada pelo governador de São Paulo, João Dória (PSDB). “O Dória e seus seguidores apostaram na queda do presidente, mas isso não aconteceu”, comemora Medeiros, que é vice-líder de Bolsonaro na Câmara dos Deputados.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos