PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS
PLATAFORMA EAD DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO Cuiabá - MT.

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

terça-feira, 1 de junho de 2021

POLÍTICA: Eleição Suplementar: PSB pretende aumentar em três o número de prefeitos em MT

Com a eleição suplementar que será realizada em 1º de agosto para prefeito, o PSB, terceiro maior partido político em número de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores no Estado, pode aumentar em até três, o número de prefeitos filiados ao partido, já que pretende lançar candidatura nos três municípios onde vai ser realizada a disputa eleitoral, sendo Torixoréu, Acorizal e Matupá.
“Temos bons nomes tanto em Acorizal quanto em Matupá que estão conversando com o diretório regional para alinhar a viabilidade eleitoral.Temos até o dia 17 de junho para definirmos esses nomes. O PSB tem chances importantes de aumentar em até três o número de prefeitos no partido, o que significará mais força para desenvolvermos políticas públicas que alcancem o maior número de cidadãos mato-grossenses”, define o presidente regional do PSB, o deputado estadual Max Russi.
O PSB Mato Grosso conta com 13 prefeitos eleitos, nove vice-prefeitos e 141 vereadores, sendo a terceira maior sigla política no Estado em número de eleitos.
Em Torixoréu, o PSB conta com o vereador Tiago Timo, que é presidente da Câmara e é prefeito interino desde 1º de janeiro deste ano. A eleição suplementar no município será realizada após a prefeita reeleita Inês Coelho (DEM) ter sido impedida por decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em razão de ser esposa do ex-prefeito Odoni Mesquita, que foi chefe do Poder Executivo Municipal entre 2013 e 2016.
A legislação eleitoral não permite que um mesmo grupo familiar assuma o Poder Executivo por dois mandatos consecutivos, para que não haja perpetuação no poder.
Em Acorizal e Matupá, o PSB está em diálogo com lideranças políticas que se colocaram à disposição do partido para a eleição suplementar. O anúncio dos pré-candidatos deve ocorrer em junho.
Tanto em Acorizal quanto em Matupá, os prefeitos eleitos em 2020, foram cassados porque foram condenados em ações de improbidade administrativa.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos