Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

quarta-feira, 21 de julho de 2021

DÉFICIT: Cargos vagos na Polícia e Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso chegam a mais de 50% do previsto

O deputado estadual Delegado Claudinei recebeu informações oficiais das instituições que apontaram um grande déficit de servidores.
Os requerimentos de n.° 247/2021 e n.° 249/2021 encaminhados, respectivamente, aos comandantes da Polícia Militar (PMMT) e do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), apresentaram informações a respeito do déficit de servidores e o quantitativo de cargos ocupados na estrutura das instituições. Os dados preocuparam o parlamentar devido predominar a falta de profissionais em mais de 50% ao previsto.
De acordo com o documento emitido pelo diretor adjunto da Gestão de Pessoas da PMMT, tenente coronel Wanderson da Silva Sá, a instituição tem demonstrado esforço no sentido de promover a realização de concurso público. Também, informa que houve a reiteração do pedido junto à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Mato Grosso (Seplag) para autorização de editais com cargos de oficial combatente (CFO), oficial médico e dentista e soldado, sendo atualizado a solicitação em 2021.
Polícia Militar
Na PMMT está previsto haver 12.495 servidores, sendo que atualmente consta 6.942 militares ativos e 5.574 cargos vagos. No entanto, nos próximos anos poderá ocorrer o aumento do déficit de pessoal devido as 62 aposentadorias estimadas, em 2022, e de apenas um profissional, no ano seguinte.
“Vou dar um exemplo, no município de Juscimeira, tem um Núcleo da PM que fica no distrito de Santa Elvira que só têm dois policiais. Os poucos servidores também atendem outro distrito próximo que fica cerca de 30 km de distância, conhecido por São Lourenço de Fátima, e mais um que fica em Rondonópolis, o distrito de Boa Vista. Esse é um exemplo que, infelizmente, tem outros núcleos e destacamentos da Polícia Militar que não tem uma quantidade suficiente para atender a região, principalmente pela extensão territorial”, comenta Claudinei.
“O nosso Estado enfrenta o fechamento de cadeias públicas e delegacias de polícia. Será que, a partir de agora, com a falta de efetivo na Polícia Militar, vamos também ter o fechamento de núcleos e destacamentos no interior? Vamos deixar a população a Deus dará, sem policiais, nesses municípios menores? Vai acabar acontecendo, pois não tem cabimento, os números são muito baixos de servidores na segurança pública. Não temos movimentação nenhuma para concurso público pela gestão estadual. Os números estão aí? São reais, verdadeiros e oficiais. Essa é a nossa preocupação”, indaga o parlamentar.
Bombeiros
Já o coordenador de Gestão de Pessoas do CBMMT, o tenente coronel Danilo Cavalcante Coelho, informou que há estimativa de reservas remuneradas para os próximos quatro anos, sendo que a previsão de inatividade está na ordem de 137 militares aptos e possuem tempo de efetivo serviço na corporação igual ou superior a 25 anos. De acordo com o demonstrativo do lotacionograma da instituição, atualizado em 31 de maio deste ano, são previstos 4.047 servidores, sendo 1.316 militares ativos e há 2.732 cargos vagos na instituição.
“Hoje, represento a sociedade. Fui eleito e um dos meus propósitos é fortalecer a segurança pública e vou continuar cobrando até o final do meu mandato. Aguardaremos as devidas providências do governo de Mato Grosso. Esse é o meu compromisso com a sociedade mato-grossense e vou lutar até o final para o aumento de efetivo, contratação dos aprovados em concursos públicos da segurança pública e lançamento de novos editais para concursos públicos”, conclui Claudinei.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos