PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

CRECI-MT

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Quase mil pessoas se infectam em festival de música na Holanda

Número pode aumentar,
pois público do evento chegou a 20 mil. Infecções pelo coronavírus estão novamente em alta na Holanda, depois do relaxamento de restrições pelo governo no fim de junho. Cerca de mil pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus num festival de música na cidade de Utrecht, na Holanda, disseram autoridades locais de saúde pública nesta quarta-feira (14/07). Elas acrescentaram que o número pode aumentar, pois 20 mil pessoas assistiram aos dois dias de shows em espaço aberto do Festival Verknipt, em 3 e 4 de julho.
Ao menos 448 pessoas se infectaram no primeiro dia do evento, e outras 516 no segundo dia.
Organizadores se mostraram chocados com o elevado número de infecções e disseram que seguiram todas as regras de higiene. Os visitantes tiveram de apresentar provas de vacinação ou testes negativos de coronavírus. O ingresso foi controlado para evitar aglomerações, disseram os organizadores.
A Holanda aboliu quase todas as medidas de combate à pandemia em 26 de junho e voltou a permitir grandes eventos, desde que os visitantes apresentassem um teste negativo ou comprovem que foram vacinados.
Mas, desde então, o número diário de infecções subiu 500% no país e está agora em torno de 8 mil por dia. Pesquisas mostram que a maioria dos holandeses considera que o governo agiu de forma irresponsável ao abolir as restrições.
Nesta segunda-feira, o primeiro-ministro Mark Rutte admitiu ter sido um erro o governo retirar a maioria das restrições para contenção da pandemia de covid-19.
A recente alta nas infecções é atribuída pelas autoridades aos jovens, com focos registrados em festivais, discotecas e bares. O governo reagiu e ordenou o fechamento de algumas discotecas, bem como regras mais rígidas para bares e cafés.
as/lf (DPA, ARD)cp
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos