PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS
PLATAFORMA EAD DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO Cuiabá - MT.

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

sábado, 14 de agosto de 2021

Lei aprovada pelo parlamento polonês ameaça liberdade de imprensa no país

O Parlamento da Polônia aprovou ontem a noite (11) um projeto de lei que deve restringir a liberdade de imprensa dos veículos independentes no país. O projeto, apresentado pelo partido Lei e Justiça (PiS), do vice-primeiro ministro Jaroslaw Kaczynski, exigirá que os veículos tenham, majoritariamente em seu conselho, empresários poloneses. Os sócios norte-americanos deverão se tornar minoritários.
A medida afeta principalmente a TVN24, um dos poucos canais que não são estatais no país, considerado muito crítico ao governo de Kaczynski. A lei foi batizada pela oposição de "anti-TVN". Para a emissora, trata-se de um "ataque sem precedentes contra a liberdade de expressão e a independência dos meios de comunicação". Caso seja aprovada no Senado, onde a oposição leva uma pequena vantagem numérica, a lei de mídia pode ainda causar um mal estar com o Governo dos Estados Unidos, que já se manifestou contra esse Tipo de restrição da imprensa.
Dentro do governo, o clima já é de apreensão. Desde o início da discussão da lei, Mateusz Morwiecki, até então primeiro-ministro, e Jaroslaw Gowin, o ministro do Desenvolvimento, perderam seus cargos. A saída representou o desembarque do partido Aliança, do qual ambos fazem parte, da bancada da situação.
Mais de 100 cidades registraram protestos contra a lei de mídia, segundo a imprensa local. As manifestações aconteceram durante a discussão do projeto.
Pelo Twitter, o presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, se manifestou de forma contrária à decisão. "O voto de ontem à noite sobre a lei de mídia na Polônia é muito preocupante. Se a lei entrar em vigor, ameaçará seriamente as televisões independentes do país. Não pode haver liberdade sem uma mídia livre", disse.
LEGENDA F1: Partido PiS, do vice-primeiro ministro Jaroslaw Kaczynski., apresentou projeto que regula a mídia na Polônia
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos