PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS
PLATAFORMA EAD DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO Cuiabá - MT.

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

domingo, 12 de setembro de 2021

Comissão de Seguridade aprova unidades móveis para realização de mamografia

Para relatora, a realização do exame no território brasileiro ainda deixa a desejar, ocorrendo grande disparidade. A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou projeto que assegura a existência de pelo menos uma unidade móvel de realização de mamografia em cada região de saúde.
Região de saúde é um termo da saúde pública e corresponde a um agrupamento de municípios limítrofes. Ela é criada pelos estados para facilitar a integração dos serviços de saúde. O texto aprovado é o Projeto de Lei 7004/17, dos deputados Weliton Prado (Pros-MG) e Ricardo Izar (PP-SP), que recebeu parecer favorável da relatora, deputada Tereza Nelma (PSDB-AL).
Ela disse que a presença de unidades móveis para realização de exames de mamografia contribui para reduzir a incidência de câncer de mama no Brasil, que mata anualmente cerca de 14 mil mulheres.
“Apesar de ser um exame com custo mais baixo e técnica mais fácil do que outros exames de imagem, sua presença no território brasileiro ainda deixa a desejar, ocorrendo grande disparidade”, disse Nelma. “Ou seja, muitas mulheres não têm acesso a essa importante ferramenta no combate a um câncer de alta prevalência”.
O texto aprovado altera a Lei 11.664/08, que trata das ações relacionadas ao câncer do colo uterino e de mama no Sistema Único de Saúde (SUS).
Tramitação
O projeto, que já foi aprovado pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, tramita em caráter conclusivo e será analisado agora pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).
Reportagem - Janary Júnior
Edição - Marcia Becker
Foto: Gustavo Sales
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos