Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
AV. CASTELO BRANCO, 2500 - CENTRO SUL, VÁRZEA GRANDE

sexta-feira, 10 de setembro de 2021

Festival do Peixe acontece na segunda quinzena de setembro em MT

Conhecido mundialmente por sua tradicional culinária ribeirinha, que tem como base o peixe do rio, além de ser ponto de encontro para os pescadores amadores e profissionais, que seguem Pantanal afora em busca de aventura, Mato Grosso, por meio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, em Mato Grosso (Abrasel-MT), aderiu à Campanha Semana do Pescado, que acontece de 15 a 30 de setembro, e foi idealizada nacionalmente pelo extinto Ministério da Pesca e Aquicultura.
O objetivo da campanha é estimular ainda mais o consumo, e por aqui, a programação terá várias ações com destaque para o Festival Gastronômico na segunda quinzena deste mês em vários restaurantes do Estado, que irão oferecer pratos à base de pescado a preços promocionais.
"A Abrasel sempre participa de ações que envolvem alimentos e o pescado é um produto que o consumidor adora, pois se trata de um dos mais saudáveis que temos e, já que os bares e restaurantes são grandes consumidores e revendedores, nossa participação é fundamental. Lembrando que uma boa parte dessa ingestão é de pratos elaborados pelos mesmos. Também é deles que vêm diversas inspirações para criação dos almoços e jantares em família", destaca Lorenna Bezerra, presidente da Abrasel-MT.
Pensando na pluralidade da cadeia produtiva do país, neste ano as ações foram descentralizadas para além dos grandes centros de produção e consumo de pescado, atingindo todas as cidades brasileiras. No nosso Estado, as tradicionais peixarias e os restaurantes de comida japonesa impactam diretamente na cadeia regional e facilitam para que a compra seja feita diretamente com o produtor.
Lorenna acrescenta que diversos restaurantes fazem parcerias com fornecedores e até mesmo piscicultores para melhor viabilizar a margem de lucro. “Temos alguns peixes cujo consumo se tornou muito alto e com isso as compras tiveram que ser realizadas com grandes fornecedores. A comida japonesa e o consumo de peixe cresceram muito e tivemos um aumento do número de fornecedores e melhora na qualidade e nos preços”, finaliza.
Assessoria/Equipe Yod/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos