Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Mixto Esporte Clube

Mixto Esporte Clube
Nas origens do Mixto uma mescla de cultura, tradições regionais e esportes praticados por homens e mulheres.

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022

sábado, 4 de setembro de 2021

Relacionamento abusivo: vítimas de um narcisista perverso

A violência contra a mulher no Brasil é um problema social que destrói vidas, sonhos e famílias, que causa medo, atraso e revolta. Conforme já divulgado em estudos sobre o tema, a cada 7,2 segundos uma mulher é vítima de violência doméstica no Brasil, portanto, hoje, 12 mil mulheres serão agredidas.
Os relatos são frequentemente publicitados e a perversidade dos atos praticados assustam, principalmente na pandemia em que o isolamento aumentou o índice de abuso emocional.
Embora o tema da violência doméstica seja tratado como resultado de uma cultura machista, é imperioso informar que estes atos também são causados por mulheres doentes, estando o(a) doente acometidos pelo “Transtorno de Personalidade Narcisista Perverso”. Este tipo de transtorno ainda é pouco divulgado e também pouco debatido, trata-se de uma doença, causada pela hereditariedade ou desenvolvida ao longo da vida.
Segundo a Psicóloga Silvia Malamud, “...a consequência deste estado patológico do psiquismo nas pessoas desavisadas pode ser um relacionamento violento e altamente destrutivo, na medida em que a vítima é desacreditada em suas percepções enquanto está sendo abusada emocionalmente. Se a pessoa não despertar a tempo, passará por um inferno solitário e não poucas vezes, ainda quando lúcida, poderá ser desacreditada diante dos outros. O discurso perverso é hábil em inverter verdades, jogando para a vítima toda a culpa, a vergonha, a confusão e a loucura.”
O narcisista, para os psicólogos da área, pode ser identificado pela ausência das melhores qualidades humanas: ternura, compaixão, solidariedade. Existe algo de loucura num padrão de comportamento que coloca o desejo de sucesso acima da necessidade de amar e ser amado, fica agarrado à própria imagem. Com efeito, é incapaz de distinguir como imagina ser da imagem do que realmente é.
Em um relacionamento conjugal, o perverso narcisista não quer apenas atenção, mas a admiração profunda e total entrega da vítima. O(A) narcisista irá convencer sua presa que ela é inferior e terá comportamento sádico, intimidador, agressivo e dissimulado.
O(A) narcisista, que se trata de uma pessoa doente (psicopatia) quase sempre fala muito bem, e procura lidar com todos de acordo com a personalidade de cada um. Assim, sabe exatamente como atrair a sua presa e levá-la aonde ele quer.
Por ser manipulador(a) e apresentar-se como um perfeito par ou um par perfeito, ele(a) constrói a imagem de um príncipe ou uma princesa. Sim, ele(a) se reveste de um ‘’capa‘’ e faz com que os amigos e parentes da vítima o vejam como uma pessoa ideal para o relacionamento do familiar.
Quando sua vítima tenta explicar os abusos que acontecem, ninguém a compreende. E, pelo fato do Narcisista Perverso ser extremamente convincente e falso, a vítima fica desacreditada.
Na intimidade é extremamente autoritário e inescrupuloso, não faz amor, pois, não conhece tal sentimento.
Por esse motivo, a ABA Mato Grosso por via das suas comissões de Família e Mulher produziu um e-book para alertar toda a sociedade, com uma coletânea de artigos e a colaboração da Dra. Psicóloga referência nacional no estudo e tratamento de vitimas de Narcisistas Perversos.
O e-book está disponível no Instagram @abamt e @anaricarteadvogada ou através do site www.ricarte.adv.br
Ana Lúcia Ricarte (@anaricarteadvogada), advogada, gestora de escritório, mentora e palestrante, diretora da ABA Mato Grosso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos