Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
AV. CASTELO BRANCO, 2500 - CENTRO SUL, VÁRZEA GRANDE

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

VERA: Vigilância Ambiental faz alerta sobre aumento de infestação do mosquito Aedes Aegypti em Vera

A equipe finalizou o
quarto e último LIRA (Levantamento de Índice Rápido do Aedes) de 2021. A Prefeitura Municipal de Vera através da Secretaria de Saúde por meio da equipe da Vigilância Ambiental finalizou o quarto e último Levantamento de Índice Rápido do Aedes (LIRA) de 2021. O ciclo de levantamento tem duração de 60 dias, e é referente aos meses de outubro e novembro. De acordo com o coordenador da Vigilância Ambiental de Vera, Samuel Raimundo da Silva, a população tem relaxado em relação aos cuidados de prevenção, e devido a isso os dados do levantamento da quantidade de largas encontradas nas residências é preocupante, e nos deixa em nível preocupante, pois pode ocorrer no município um surto de dengue.
“O Lira é um sistema do Ministério da Saúde, em que cada município é responsável em fazer 4 ciclos por ano que é o Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti. E o município de Vera vem cumprindo direitinho com seu Lira, cumprindo suas metas. A Vigilância Ambiental, a Secretaria de Saúde e a Administração Municipal vem fazendo um trabalho brilhante. E este é o nosso último Lira de 2021, e o nosso índice em outros anos era de 0.4, 0.6%, que era um índice satisfatório. E hoje o nosso índice pelo acúmulo de larvas que vem sendo encontrados nas residências do município aumentou e está em 4.2% que é o índice preocupante. Não deixe criar mosquito nas suas casas, não deixe a água fácil nos seus quintais, porque a doença está aí e a dengue mata, não corra o risco de perder alguém da sua família para a dengue. Queremos orientar a população para que nos ajude tirando 10 minutos por dia para olhar seus quintas e eliminar, os lixo, a sujeira e os acúmulos de água que possam vir a ser criadouros do mosquito”, destacou Samuel.
Conforme as informações do Ministério da Saúde para estar com índice em situação preocupante ou com risco de surto. O coordenador pediu mais uma vez o apoio dos moradores de Vera para combater o mosquito da dengue. “Até o momento tivemos 3 casos de notificação de suspeita de dengue no município. Mas o que nos preocupa é que os agentes têm encontrado muitos focos de larvas nas residências que temos visitado. Nós estamos no período das chuvas e a população precisa nos ajudar, para que não venhamos a ter casos de dengue na cidade, ou até mesmo algum óbito pela doença. Precisamos que cada cidadão tire pelos menos 5 minutos no seu dia para olhar seu quintal e ver se não tem uma garrafa, uma sacola, uma lona, uma caixa aberta que pode acumular água e virar um criadouro do mosquito. Se cada morador fizer a sua parte, vamos ter uma cidade sadia, e livre da dengue”, concluiu o coordenador da Vigilância Ambiental.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos