Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Mixto Esporte Clube

Mixto Esporte Clube
Nas origens do Mixto uma mescla de cultura, tradições regionais e esportes praticados por homens e mulheres.

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022

quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

Bom Futuro já colheu 12,6% da sua área de soja em Mato Grosso

Expectativa é que 170 mil hectares estejam colhidos até final de janeiro para a safrinha de algodão.
A colheita de soja nas fazendas da Bom Futuro segue em ritmo satisfatório em Mato Grosso, mesmo com as chuvas constantes no estado. Dos 316,6 mil hectares semeados, 40 mil já foram colhidos – 12,6% do total. “Chove bastante em Mato Grosso, mas é em parte do período. Diariamente, conseguimos três ou quatro horas de colheita, o que dá um bom ritmo para o trabalho”, avalia Inácio Modesto Filho, diretor de Produção da Bom Futuro.
A expectativa é que a safrinha de algodão inicie em menos de 30 dias em 170 mil hectares. O restante da área deve ser colhido até o final de fevereiro, segundo o diretor. “A previsão do tempo nos mostra que o tempo vai ‘abrir’ na segunda quinzena de janeiro, o que possibilitará concluir a colheita nos 130 mil hectares que faltam para implantar as lavouras de algodão”, diz Inácio Modesto.
O diretor explica que o planejamento das safras é fundamental para que não haja complicações neste momento. “Estamos verificando no estado a falta de entrega do diquat, herbicida utilizado para dessecação das lavouras, e que pode trazer prejuízos para os agricultores. Na empresa, este produto está ‘na casa’ desde o ano passado e não temos impacto. Aliado a um bom parque de máquinas, vamos conseguir finalizar a colheita desta safra no prazo esperado”.
A região mais adiantada para a Bom Futuro é a Norte, nos arredores de Matupá, onde ocorreram as primeiras chuvas no início da safra, em 2021. De forma geral, Inácio avalia o ritmo da colheita de soja como satisfatória em Mato Grosso.
“A partir do dia 15 de janeiro a previsão é que reduzirá a incidência de chuvas, com apenas pancadas durante o dia e os trabalhos devem acelerar. Mesmo assim, acredito que haverá soja ardida no campo e as médias gerais podem baixar. E em fevereiro as chuvas devem aumentar novamente”, finaliza.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos