Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Seu título está na mão

Seu título está na mão
1º Título de Eleitor Decreto nº 3.029 - 9.1.1881

Assembleia Legislativa de Mato Grosso

Assembleia Legislativa de Mato Grosso
Seja bem-vindo ao perfil oficial da Assembleia Legislativa de Mato Grosso!

sábado, 26 de março de 2022

Cresce parcela dos brasileiros que confia na urna eletrônica

Taxa de confiança no sistema de votação é de 82%, segundo pesquisa Datafolha. Em dezembro de 2020, era de 69%. Entre os eleitores de Bolsonaro, que questionou diversas vezes a urna eletrônica, 70% confiam no sistema. Uma pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta sexta-feira (25/03) mostrou que 82% dos brasileiros confiam nas urnas eletrônicas, alta de 13 pontos percentuais em relação a dezembro de 2020, quando a taxa era de 69%.  
Já o percentual dos que dizem não confiar no sistema eletrônico de votação caiu de 29% para 17% no mesmo período.
A pesquisa foi realizada na terça-feira e na quarta-feira desta semana, com 2.556 entrevistados em 181 municípios do país, e divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo. A margem de erro é de dois pontos percentuais.
O Datafolha também perguntou aos entrevistados se eles preferem manter o sistema atual de votação ou retomar o sistema de voto em papel.
As urnas eletrônicas foram a opção preferida para 77%, quatro pontos percentuais a mais do que na pesquisa anterior. Outros 20% defenderam a retomada do voto do papel, queda de três pontos percentuais no mesmo período.
Percentual alto mesmo entre eleitores de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro e alguns de seus apoiadores próximos questionaram por diversas vezes a segurança da urna eletrônica, repetindo uma estratégia usada pelo ex-presidente americano Donald Trump para reduzir a credibilidade de resultados eleitorais.
Bolsonaro diz inclusive que teria vencido no primeiro turno em 2018, não fossem supostas fraudes nas urnas, sobre as quais ele nunca apresentou evidências. Bolsonaristas chegaram a patrocinar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para retomar o voto impresso, mas a iniciativa foi barrada pela Câmara dos Deputados em agosto de 2021.
Apesar das investidas do presidente, a pesquisa Datafolha mostra que o apoio às urnas eletrônicas é alto também entre os eleitores de Bolsonaro. Entre os que apoiam o presidente, 70% confiam no sistema atual de votação.
Em outubro de 2021, o Tribunal Superior Eleitoral cassou o mandato do deputado estadual paranaense Fernando Francischini (PSL), por ter propagado informações falsas sobre a urna eletrônica e o sistema de votação nas eleições de 2018, em um sinal da Corte para desestimular candidatos no pleito de 2022 a questionarem a credibilidade do sistema sem apresentar evidências.
bl (ots)cp
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos