Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Seu título está na mão

Seu título está na mão
1º Título de Eleitor Decreto nº 3.029 - 9.1.1881

Assembleia Legislativa de Mato Grosso

Assembleia Legislativa de Mato Grosso
Seja bem-vindo ao perfil oficial da Assembleia Legislativa de Mato Grosso!

quarta-feira, 23 de março de 2022

PL destina equipamentos apreendidos em garimpos ilegais para agricultura familiar

A proposta do deputado estadual Wilson Santos tramita na Assembleia Legislativa.
Projeto de lei (272/2022) do deputado estadual Wilson Santos (PSDB) pode dar destino legal à máquinas e equipamentos apreendidos pelas forças de segurança em garimpos ilegais no estado de Mato Grosso. A proposta prevê o repasse integral destas máquinas para pequenas propriedades da agricultura familiar que não causem degradação ambiental. Atualmente, todas são destruídas ou queimadas pelos órgãos de fiscalização.
“Eu e o mundo inteiro, com certeza, ficamos intrigados quando a gente observa as polícias federal e estadual colocando fogo em tratores, pás carregadeiras e PCs nos garimpos ilegais. Fico impressionado com tudo aquilo. Será que esta é a única forma de combater os garimpos ilegais?”, indagou o deputado.
O PL foi apresentado em sessão plenária da Assembleia Legislativa e tramita no parlamento. Prevê que o repasse se dará através de Termo de Doação e que as instituições responsáveis pela apreensão ficarão responsáveis pelo processo.
“As instituições responsáveis pela apreensão, ficam responsáveis por entrar em contato com a associação da agricultura familiar e assim concretizar a doação”, diz o artigo 3° do projeto de lei.
Também determina que “a concessão dos incentivos à doação e utilização das máquinas e equipamentos serão prioritárias às pequenas propriedades ou às propriedades que não possuam os mesmos, além de ter preferência os empreendimentos que não provoquem degradação ambiental”, diz o artigo 3º.
Os equipamentos também podem ser utilizados em obras de infraestrutura.
“O objetivo é que esses equipamentos tenham suas funções revertidas em benefício da população em diferentes situações, seja para ajudar a pavimentar uma estrada, construir uma ponte ou para uso na agricultura familiar; de forma que mantenha o fortalecimento da agricultura e melhora na qualidade de vida”, diz trecho da justificativa do projeto.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos