Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Seu título está na mão

Seu título está na mão
1º Título de Eleitor Decreto nº 3.029 - 9.1.1881

Assembleia Legislativa de Mato Grosso

Assembleia Legislativa de Mato Grosso
Seja bem-vindo ao perfil oficial da Assembleia Legislativa de Mato Grosso!

sexta-feira, 8 de abril de 2022

Crea-MT presente em reunião da Câmara Especializada de Engenharia de Segurança do Trabalho nacional

A representante do Crea Mato Grosso, conselheira, Eng. de Segurança do Trabalho, Giuvania Maria Soares participou de 30 de março a 02 de abril, de reunião das coordenadorias regionais de Câmaras Especializadas de Engenharia de Segurança do Trabalho (CCEEST) em Brasília.
“ Essa é uma oportunidade para tratarmos de assuntos relacionados a modalidade no país. Tanto que na oportunidade foi definido o calendário nacional dos próximos encontros e o Plano de Trabalho a ser desenvolvido em 2022, além de ter elaborado propostas que já foram encaminhadas à Comissão de Ética e Exercício Profissional (CEEP), comissão permanente do Confea que recepciona o material produzido pelas câmaras especializadas”, ressaltou Giuvania.
Ainda segundo a conselheira do Crea-MT, uma das pautas debatidas está relacionada aos subsídios técnicos. Á exemplo de resoluções emitidas por conselhos de normatização e fiscalização profissional, como o dos Técnicos Industriais e dos Técnicos Agrícolas, também foram discutidas. “ Os integrantes da Câmara de Segurança do Trabalho preparam subsídios técnicos para basear possíveis ações judiciais contra decisões sobre atribuições profissionais liberadas para quem não tem formação para exercer certas atividades, o que pode representar risco para a sociedade”, explanou a engenheira de segurança do trabalho.
Um dos destaques sobre isso foi o trabalho coletivo das lideranças do Sistema Confea/Crea que conseguiram a sanção, com vetos, da Medida (MP) provisória 1.040/2021, o que preservou o Salário Mínimo Profissional para engenheiros e engenheiros agrônomos, e a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) para instalações elétricas de até 140 KVA.
Os critérios a serem utilizados pelas câmaras regionais para definir os quantitativos de responsabilidades técnicas por profissional e a unicidade de ação; a manifestação sobre os Projetos de Lei que tramitam no Congresso Nacional, a identificação de empresas prestadoras de serviços de segurança do trabalho e o status de sua regularização junto ao Sistema foram itens tratados durante a 2ª reunião.
Liderado pelos engenheiros de Segurança do Trabalho Ronaldo Borin (Crea-PE) e Nilton Camargo Costa (Crea-PR), o fórum – com câmaras em todos os estados e no Distrito Federal – terá muito trabalho, na opinião de Borin, que considera “muito boas” as perspectivas para a próxima reunião, com base no volume e importância dos assuntos afetos à Segurança do Trabalho:
“A pauta foi cumprida integralmente, nossos grupos de trabalho apresentaram seus balanços de atuação sobre assuntos relevantes relativos a todas as câmaras, como o Ensino a Distância, a unificação de procedimentos, e tivemos um bom intercâmbio de informações, o que gera as boas perspectivas para nosso próximo encontro, em agosto, em Belo Horizonte”, afirmou o coordenador nacional das câmaras regionais de Engenharia de Segurança do Trabalho.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos