Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, Cuiabá, 78005-906

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

sábado, 23 de abril de 2022

PTB confirma Galvan ao Senado e pede neutralidade de Bolsonaro em MT

O presidente Jair Bolsonaro deve ficar neutro na disputa ao Senado em Mato Grosso, mesmo que o PL, seu partido, tenha candidato próprio ao cargo. A neutralidade de Bolsonaro foi solicitada pela direção nacional do PTB, um dos partidos mais leais ao presidente no Congresso Nacional.
“Eu acredito que o presidente se manterá neutro em Mato Grosso como o PTB e PP solicitaram. São três partidos da base aliada do presidente que vão lançar candidato ao Senado, inclusive o partido que ele é filiado. Por isso, ele não deve se envolver. São siglas importantes que dão sustentação ao governo no Congresso”, disse em entrevista à TV Gazeta, nesta sexta-feira (22), o presidente da Aprosoja Brasil e pré-candidato ao Senado pelo PTB, Antonio Galvan.
A articulação para manter o presidente neutro na disputa em Mato Grosso vem sendo feita pela direção nacional do PTB diretamente com Bolsonaro e o ministro chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.
Galvan, que é um dos principais líderes do Movimento Verde Amarelo, é o pré-candidato ao Senado mais alinhado com as pautas conservadores defendidas pelo presidente Bolsonaro. Além disso, o produtor rural foi um dos organizadores da mega manifestação de 7 de setembro de 2021. “O presidente reconhece o apoio do setor produtivo brasileiro ao governo. Saímos às ruas para defender o Governo Federal, a democracia e combater os abusos que vêm sendo cometidos por outros Poderes”, frisa o produtor rural.
Dirigente de uma das principais entidades de classe do setor produtivo brasileiro, Galvan afirma que não entra na disputa pelo Senado como representante do agronegócio. “Sou pré-candidato para representar a população mato-grossense e brasileira como um todo. Conheço o nosso estado como poucos e sei da necessidade de cada região. Por isso, me apresentei para ser candidato nesta eleição e se eleito vou representar, com coragem, o nosso estado melhor do que muitos que estão no exercício do mandato”.
Com relação ao governo, Galvan revela que o PTB vem conversando com outros partidos da base aliada do presidente uma candidatura alinhada com o campo conservador. Entre os possíveis pré-candidatos ao Palácio Paiaguás estão o ex-deputado federal Victório Galli, presidente estadual do PTB, e o empresário Flavio da Frical (PROS).
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos