Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Seu título está na mão

Seu título está na mão
1º Título de Eleitor Decreto nº 3.029 - 9.1.1881

Assembleia Legislativa de Mato Grosso

Assembleia Legislativa de Mato Grosso
Seja bem-vindo ao perfil oficial da Assembleia Legislativa de Mato Grosso!

sábado, 14 de maio de 2022

Galvan diz que Wellington não representa a direita bolsonarista de MT

O presidente da Aprosoja Brasil e pré-candidato ao Senado Federal, Antônio Galvan (PTB), crítica o oportunismo político de pré-candidatos que se intitulam aliados do presidente Jair Bolsonaro, mas sempre atuaram como base de apoio dos governos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT) como é o caso do senador Wellington Fagundes (PL). Para Galvan, Wellington, que é pré-candidato à reeleição, não vai receber o apoio do eleitor conservador de Mato Grosso mesmo estando filiado no mesmo partido que o presidente da República.
“Como militante de direita e apoiador de Bolsonaro posso assegurar que o eleitor bolsonarista não acredita nessa repentina lealdade de Wellington ao presidente. O fato é que ninguém acredita que Wellington é Bolsonaro. Ele [Wellington] sempre esteve ao lado da esquerda e na linha de frente dos apoiadores dos governos do PT e PSDB no Congresso Nacional. Para Wellington, mais conhecido como candidato ‘melancia’ (verde por fora e vermelho por dentro), vale tudo para tentar não ficar sem mandato”, dispara o pré-candidato do PTB.
Líder do Movimento Brasil Verde e Amarelo, Galvan afirma que os bolsonaristas sabem que o presidente teve que filiar no PL por uma questão eleitoral e de governabilidade. “Os eleitores vão definir seu voto analisando o histórico de coerência e lealdade do candidato com as pautas conservadores e com o presidente Bolsonaro”, reforça Galvan.
Considerado um dos principais nomes da direita em Mato Grosso, Galvan cobra um posicionamento dos senadores, especialmente do Wellington Fagundes, que é do mesmo partido de Bolsonaro, com relação ao caso do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). “O silêncio dos senadores com relação ao Supremo Tribunal Federal (STF) é decepcionante. Falta coragem e vontade, em especial do senador Wellington Fagundes, para defender o governo Bolsonaro e apontar os abusos que alguns Poderes estão cometendo em nosso país”,
Com apoio do presidente nacional e estadual do PTB, Galvan vem trabalhando para definir sua chapa de suplentes e organizar uma base de apoio à reeleição de Bolsonaro. Nos próximos dias, o pré-candidato a senador informou que o PTB fará encontros de mulheres, da juventude e religioso do PTB.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos