Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
AV. CASTELO BRANCO, 2500 - CENTRO SUL, VÁRZEA GRANDE

sábado, 9 de julho de 2022

54ªEXPOAGRO: Paixão e trabalho duro para fazer o espetáculo do rodeio

Rodeio da 54ª Expoagro começou na noite de quinta-feira (07) e segue até sábado (09) com a grande final. Quem vê peão e touro no meio da arena em uma competição que dura, se muito, oito segundos, provavelmente não imagina a imensa estrutura que há por trás de um rodeio profissional. Antes do brete abrir, há muita correria, trabalho duro, concentração e organização. Dos peões aos portereiros, dos boiadeiros aos salva-vidas, do humorista da arena à influencer digital, há dezenas de pessoas envolvidas para fazer o espetáculo apresentado ao público. Na 54ª Expoagro, o rodeio organizado pela JB Rodeios trouxe em sua primeira noite, nesta quinta-feira (07.07), um show de emoção e beleza para a plateia e os competidores.
Júlio César Rodrigues da Silva, 29 anos, já é um peão conhecido pelos rodeios Brasil afora. Chega a Cuiabá com a expectativa de levar o primeiro lugar e, mais uma vez, conseguir dar orgulho e sustento à sua família, que vive em Mato Grosso do Sul. “Peço a Deus inteligência, sabedoria e força para parar nestes touros. O peão hoje é um atleta, precisa se alimentar bem, treinar todos os dias, porque é a nossa profissão, é o trabalho de todos que estão aqui”, conta.
Ele cresceu montando em bezerros no sítio do tio, em Novo Horizonte do Sul (MS), e gostou da ‘brincadeira’. “Desde 2017 monto em rodeios, é o que sei fazer. Não posso dizer que é ótimo, porque é sofrido também, estamos sempre na estrada viajando, longe da família, da minha mulher e meus filhos. Viajei mil quilômetros para estar aqui hoje, eu e Deus”, diz Júlio César.
Quem participa das companhias de rodeio é apaixonado pelo faz e, muitas vezes, o amor pelo esporte vem desde criança. Para o locutor Henrique Soares, o amor à primeira vista pela locução aconteceu quando viu um caminhão de som passando em frente à sua casa.
“Minha mãe e meu pai não têm nada a ver com rodeio, ele pedreiro, ela doméstica. Mas naquele dia, me apaixonei e, dia após dia, tudo foi levando para este mundo. Comecei a montar em touro, depois fui embora com uma companhia de rodeio e, de lá para cá, é só amor pela profissão”, relembra.
Desde 1998, Henrique Soares narra rodeios, mas foi somente em 2007 que ele se profissionalizou. Nome conhecido no meio, diz que não se sente famoso, mas grato por realizar o sonho do menino de Jaguapitã, interior do Paraná. “O rodeio é uma festa popular que envolve toda a família com entretenimento e alegria, não tem distinção de público, nem idade. Quando vejo a arquibancada lotada, todo mundo rindo e brincando, é uma grande satisfação”, diz o locutor.
O público que gosta de rodeios quer ver a competição, mas também quer se divertir e dar boas risadas. Aí entra o trabalho de Gerson Silva Porto, o Cebolinha, que há oito anos é humorista em rodeios. Sempre bem-humorado, ele diz que a função de palhaço foi algo natural na companhia de rodeio.
“Venho de uma família circense, meus pais tinham circo e eu era palhaço. Quando resolvi vir para os rodeios, pensei: para locutor não tenho voz, montar não tenho coragem, vou ser palhaço mesmo”, brinca.
Segundo ele, o trabalho de palhaço é divertir e fazer o público gargalhar, o que é muito importante. “Hoje é fácil você fazer alguém chorar, fazer sorrir já é mais difícil. Então, eu escolhi isso para a minha vida, que é fazer surgir um sorriso e o brilho nos olhos das pessoas”, diz Cebolinha.
E nos dias atuais, não tem como fazer um espetáculo sem pensar nas redes sociais. Durante as competições da companhia de rodeio, a influencer digital Bruna Lorrayny (@bruna_lorrayny) posta bastidores, montarias, faz vídeos com todos os envolvidos e leva ao público que não pode estar presente as emoções da festa. Natural de Campo Verde (MT), a estudante de Agronomia começou neste segmento um pouco por acaso.
“Eu estou trabalhando com redes sociais há dois anos, comecei durante a pandemia. Quando os rodeios voltaram, em abril deste ano, eu postei e percebi que o pessoal curtiu, cada vez que eu publico algo sobre as competições há muito engajamento. Agora, começo a ser chamada para fazer parcerias, como neste rodeio da Expoagro e é muito bacana mostrar este mundo”, conta.
RODEIO
O Rodeio da 54ª Expoagro ocorre ainda nesta sexta-feira (08.07) e sábado (09.07) é a grande final. Serão R$ 80 mil reais em prêmios, entre eles um carro 0km. Confira tudo nas redes sociais @expoagrocuiabamt e @sindicatoruralcuiaba
Assessoria/Caminho Político
Foto: Júlio Rocha/AgroNews
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos