Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
AV. CASTELO BRANCO, 2500 - CENTRO SUL, VÁRZEA GRANDE

sábado, 6 de agosto de 2022

CONVENÇÕES: Pivetta será novamente vice de Mendes: "Alinhamos esse pacto"

O Republicanos oficializou Otaviano Pivetta na função de vice-governador na chapa de reeleição do governador Mauro Mendes (União Brasil). A confirmação foi feita em discurso de Pivetta na convenção do partido, realizada no Hotel Holliday Inn, em Cuiabá. Desta forma, Pivetta fará a dobradinha com Mendes pela terceira vez. A primeira ocorreu na eleição de 2010. 
“Ontem, tivemos uma conversa com Mauro e alinhamos esse pacto. Nos colocamos de novo à sociedade para os próximos quatro anos”, afirmou.
Em seu discurso, que durou aproximadamente 20 minutos, Pivetta afirmou que ocupar a posição de vice na gestão não é fácil, posto que “não tem a caneta na mão”.
“É muito difícil ser vice, ser parceiro do cara que tem a caneta, principalmente para quem já ordenou a despesa e orçamento como eu ordenei. Eu tenho noção do fazer, porque já fiz muito”, afirmou ele, que já foi prefeito de Lucas do Rio Verde por três vezes.
“Me comportar como vice é um exercício diário de paciência. Faço isso para retribuir tudo que ganhei de Mato Grosso na minha vida, onde realizei os meus sonhos. Me policio todos os dias para me manter nesse projeto de endireitar o Estado, colocar nos trilhos, para os 3,5 milhões de mato-grossense”, completou.
“Desafio não é pequeno”
Pivetta lembrou quando, junto a Mendes, disputou o Governo do Estado em 2010, em que tinham como principal rival Silval Barbosa.
“Em 2010, Mauro e eu nos colocamos para evitar um desastre no Estado, porque eu tinha medo do que estava por vir com Silval Barbosa. E não conseguimos. E vocês sabem o que aconteceu com Mato Grosso a partir daí. Em 2018 foi nossa vez”, afirmou.
Pivetta disse que política é preciso fazer com “responsabilidade” e cutucou opositores políticos que envergonham a classe.
“O desafio não é pequeno. Agora, para fazer política é preciso responsabilidade. Temos que entender um pouco da vida da sociedade, o que se pode ou não fazer”.
“Eu já ouvi tanta conversa fiada dos nossos atores, que, às vezes, me dá vergonha me colocar como um deles. A diferença de quem sabe que está fazendo e de quem não sabe o que está fazendo é o que aconteceu nos últimos anos em Mato Grosso”, completou.
A chapa Pivetta e Mendes, deverá enfrentar nas urnas a chapa encabeçada pela primeira-dama de Cuiabá Marica Pinheiro (PV) e também pelo servidor público Moisés Franz (Psol).
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos