Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

quinta-feira, 11 de agosto de 2022

ELEIÇÕES: Botelho e Max detonam Wellton; o bicho vai pegar pelo lado da UB

É Wellton, tu abandonaste a camisa verde, sua marca registrada das eleições anteriores, e tudo indica que a sua trajetória política nesta campanha não será fácil. Tem que voltar a usar a camisa da cor mais linda da América do Sul, senão vejamos e convenhamos. As urnas em 2018 mandaram um recado claro da população, deixando fora do rol dos eleitos políticos tradicionais, alguns deles com uma longa atuação na política. 
E agora, com está falta de humildade, temperamento e pouca capacidade de ouvir, o Senador do Partido Liberal (PL), Wellton Antônio Fagundes vai perder aliados e chegará ao final da campanha “isolado”.
Isso é péssimo, em plena democracia, numa disputa polarizada ao Senado da República, o mais importante é dialogar, ouvir. Parece que com tanto tempo de Senado Federal, Wellton não aprendeu.
O Senador Wellton Fagundes se recusa até mesmo a conversar. Ceder então nem pensar… com este estilo, ele começa a colecionar desafetos e transformar aliados em adversários.
Sabe o que estão dizendo no Boteco da Alameda Wellton? Que o senhor está cavando a própria cova. Um candidato ao Senado da República que não tem diálogo, não tem como vencer uma eleição.
Tá difícil Wellton, só tem seis dias das convenções partidárias e já emitiu sinais do que poderá acontecer no restante da sua candidatura. Ou seja: do que será a sua campanha.
Wellton Fagundes não é afável com a Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (AL/MT). Este é o sinal mais relevante que emitiu até o instante. Os conflitos com os partidos, com os políticos, evidenciam que o Wellton é um homem só, que faz campanha sem diálogo e impondo uma condição: evitar diálogo com os deputados da Casa de Leis e, por consequência, o bom convívio.
Botelho
Nesta quarta-feira (10), o presidente da a Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (AL/MT), o deputado estadual José Eduardo Botelho do União Brasil (UB), mandou uma direta, bem no fígado: O Senador Wellington precisa “vestir o manto da humildade” e vir conversar com os deputados.
O parlamentar do União Brasil, Eduardo Botelho pontuou que a falta de diálogo pode provocar uma liberação dos deputados estaduais à disputa ao Senado.
“Estou esperando ele descer (?) para vir conversar. Porque ele ainda não veio conversar com os deputados. Primeiro ele tem que vir aqui e sentar para conversar… se ele não vestir o manto da humildade e vim aqui sentar, nós vamos liberar todo mundo para cada um pegar o seu rumo“, detonou Edu Botelho.
Ainda tem mais, agora vem do primeiro secretário da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (AL/MT), o deputado estadual e presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Max Joel Russi.
Tô falando Wellton…volte a vestir a camisa verde.
O deputado estadual e presidente do Diretório Estadual do PSB, Max Russi, rebateu as declarações do Wellton Fagundes sobre a indicação da segunda suplência, ter sido dada ao PSB, sem o seu consentimento, sem sua autorização, sem conversar.
Vamos lá em mais uma traulitada.
Ele tem que falar para o governador. Se ele e o governador não conversam, aí eu não tenho esse conhecimento“, disse Max Russi.
Mas, como assim? A situação é mais complicada do que parece?
Então faz sentido das lideranças políticas, reclamarem do retraso das conversas e a falta de vontade de diálogo de Wellton Fagundes para dar a construção de estratégias conjuntas para as eleições. Mas tudo bem, cedo ou tarde, as conversas terão que acontecer. Mas o que parece é que a animosidade será recíproca.
Perguntar não ofende né Wellton? Então diz aí: é falta de diálogo ou falta de interesse?
Só pra constar:
“A política é a arte do diálogo e de trocar negociações. O limite entre o que o candidato pode oferecer para conquistar apoio, o legítimo e o espúrio é muito tênue. A prática tradicional de entregar cargos e secretarias a determinados partidos é considerada legítima na literatura da ciência política”.
Assessoria/Caminho Político/Blogdovaldemir
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos