Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

O MATOGROSSO

O MATOGROSSO
Fatos, Realidade e Interativo com o Público

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

quinta-feira, 8 de setembro de 2022

ELEIÇÕES 2022: Justiça confirma ficha limpa de Wellington Fagundes em ação movida por Galvan

Magistrada confirmou que Wellington é candidato sem qualquer pedido de impugnação. 
A juíza auxiliar da propaganda eleitoral, Ana Cristina Silva Mendes, negou um pedido de liminar do candidato a senador Antônio Galvan (PTB) para que o seu adversário, Wellington Fagundes (PL), retirasse do ar uma inserção em que se diz ficha limpa. De acordo a magistrada, a propaganda eleitoral é verdadeira, já que Wellington Fagundes não é condenado a nada e teve o registro de candidatura deferido pela Justiça Eleitoral justamente por ser “ficha limpa”.
“Não obstante tal informação, não vislumbro que a propaganda eleitoral combatida seja sabidamente inverídica ou gravemente descontextualizada, vez que, consta da propaganda impugnada que o representado também afirma que é “ficha limpa” o que, a rigor, não se revela uma falsidade, vez que teve o seu pedido de registro de candidatura analisado e deferido pela Justiça Eleitoral, o qual sequer foi objeto de impugnação sob qualquer fundamento da Lei nº 64/1990 (Lei da Ficha Limpa)”, declarou a magistrada na decisão.
Devido a essa ação, Galvan tentou macular a imagem do senador alegando que o mesmo estaria divulgando propaganda com conteúdo falso, mas a denúncia não tem nenhum fundamento junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MT).
“Não constato, em juízo de cognição sumária, que as afirmações propagadas pelo primeiro representado tenham ofendido direta ou indiretamente à honra ou a imagem de candidatas, candidatos, partidos, federações ou coligações que participem deste processo eleitoral. Em verdade, dizem respeito ao próprio candidato representado”, disse ela.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos