Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

GOVERNO DE MATO GROSSO

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

quarta-feira, 18 de outubro de 2023

Governador Mauro Mendes não dá prazo para que LOA volte a ALMT

Um Imbróglio relacionado às emendas parlamentares em MT ainda não foi resolvida. Nesta semana o Governador Mauro Mendes (União), comentou sobre a devolução da Lei Orçamentária Anual (PLOA), por parte dos deputados. O texto foi devolvido para que fosse incluso cerca de R$ 600 milhões de reais, a título de emendas parlamentares.
O valor foi reajustado por conta de uma aprovação de Proposta de Emenda à Constituição (PEC).Segundo o governador ainda não previsão para que o texto volte novamente para a apreciação dos deputados. Mesmo que anteriormente havia se posicionado favorável ao pagamento do novo valor das emendas parlamentares.
As informações dão conta de que agora que está pegando é o desenrolar jurídico para a o pagamento das emendas aos deputados.
Existe uma certa dificuldade para o executivo estadual alocar a verba para garantir o repasse dos recursos.
O executivo agora espera um posicionamento da Procuradoria Geral do Estado (PGE), e da Secretaria de Fazenda para que dê a possiblidade tanto jurídica quanto financeira para o pagamento das emendas. Eles tentam agora entender o instrumento legal usado pela ALMT para que o texto fosse devolvido ao executivo.
Para o governador assim que a PGE e a Sefaz entregar um parecer técnico e jurídico da devolução do texto, ele irá tomar uma decisão.
Inicialmente o texto encaminhado pelo governo previa o orçamento para o exercício de 2024, cerca de R$ 35.062,048.486. 13,8% maior que que 2023, que era de R$ 30.815 bi.
Desse o governo pagou cerca de R$ 11 milhões de reais em emendas para cada deputado. Com a aprovação da nova PEC, o montante passará para R$ 28 milhões de reais a serem repassados a cada deputado.
Com a nova mudança, as emendas individuais foram aprovadas o valor de 2, 00% da receita corrente liquida do ano anterior ou seja do último exercício.
Para o Chefe da Casa Civil, Fabio Garcia, o repasse do montante de R$ 600 milhões de reais não é uma tarefa fácil, e neste momento o estado tenta encontrar uma forma de encontrar de onde saíra este recurso.
Assessoria/Caminho político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
#CALOTEDÍVIDAMILIONÁRIAPREFEITURAdeCUIABÁR$165Milhões
#renunciaemanuel #chicocinquentinha
#renunciestopaRADO #STOPAradoNAmutretagem
#NÃOreelezaVEREADORESemCUIABÁ
#FACISTASpoliticosRELIGIOSOSnunca!
#casadoshorrores #casadamutreta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos