Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

domingo, 3 de dezembro de 2023

Júlio Campos reúne-se com candidata à reitoria da UFMT

Uma Universidade além de seus campi. Esse é o pensamento dos professores Iramaia de Paulo e Alex Neves, que lideram a chapa 4, intitulada “Abrace a UFMT”, com ela concorrendo à Reitoria, e ele candidato a vice-reitor. O “além dos campi” leva Iramaia e Alex a percorrerem gabinetes de autoridades com dupla finalidade: apresentarem seus planos para a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e deixar claro que defendem a perfeita sintonia com todos os segmentos, sem excluir a classe política. Em razão disso, os dois visitaram o deputado Júlio Campos (União), na Assembleia Legislativa.
O parlamentar foi professor da UFMT em seus primórdios, desejou sorte aos visitantes e lamentou que desde o período em que a professora Maria Lúcia Cavalli Neder foi reitora, “a Universidade se distanciou de Mato Grosso trocando o diálogo construtivo pelo discurso ideologizado”.
A eleição na UFMT será em março e a campanha pela Reitoria está em ebulição, com quatro chapas concorrendo. Professora de Física formada pela UFMT, Iramaia conhece o verso e o reverso daquela instituição. Tanto quanto ela, Alex, que é engenheiro civil pela mesma Universidade, a conhece. Entre os dois há grande sintonia, e ele destaca que esse entendimento é compartilhado com grupos apoiadores e ex-reitores que abraçaram sua chapa.
Segundo a candidata, é preciso visão ampliada para reverter o sucateamento dos departamentos, áreas externas e o conjunto físico do campus em Cuiabá, que recebeu o nome do primeiro reitor, Professor Dr. Gabriel Novis Neves. Essa visão, no entendimento dela, impõe a abertura, ou seria “reabertura” - como a mesma sugere – de um canal de diálogo institucional sem matiz ideológica ou partidária. “O poder político conhece muito bem nossa Universidade e pode nos ajudar em sua condução”, salienta Iramaia.
Tanto Iramaia quanto Alex demonstram preocupação com professores e servidores, que mesmo sendo regidos pela padronização nacional de salário universitário, podem receber atendimento humanizado da Reitoria, que deve lhes oferecer um ambiente mais salubre e fortalecer o sistema de funcionamento em alguns casos híbridos, com a realização das tarefas externamente, em casa.
Agradecido pela visita dos professores que disputam a Reitoria, Júlio Campos destacou seus laços com a UFMT observando que sua esposa, a professora Isabel Campos “viveu intensamente a UFMT até se aposentar”, e que ele integrou um grupo que se dispôs a participar dos primeiros quadros de professores”. O deputado lamentou o distanciamento da UFMT, que há anos teima em se manter distante da classe política, o que mudou o relacionamento da Reitoria, mantendo-a isolada e alheia a Mato Grosso. Júlio Campos espera que a UFMT volte a adotar a política de mão dupla, por meio de seus professores e de suas fundações. “Queremos a volta do compartilhamento de tarefas e dos sonhos em comum”, resumiu. Iramaia se comprometeu, uma vez eleita, a restabelecer a saudável interatividade com todos, indistintamente.
A UFMT é uma Universidade nova. Completa 53 anos de criação no dia 10 deste mês de dezembro. Seu campus principal é o de Cuiabá, secundado pelos campi de Sinop e Barra do Garças, o que permite boa capilarização na medida em que o ensino superior chega ao aluno invertendo o caminho de ida à faculdade.
OTIMISMO - Os professores Iramaia e Alex citam que a recepção à chapa 4 tem sido a melhor possível. Ambos creditam esse cenário à vontade de mudança por parte da comunidade acadêmica, o que reflete na sociedade externa. “Nós representamos esse desejo, porque nossa meta é exatamente o que a maioria quer, ou seja, a UFMT para todos, e em nome desse princípio nossa chapa recebeu o nome de Abrace a UFMT.
DECÁLOGO – A proposta da chapa 4 para a UFMT está calcada num decálogo universitário e administrativo, elaborado após exaustivos debates com professores, alunos, servidores e o público externo, e que sintetiza suas propostas:​
1 – Excelência Acadêmica
2 – Fomento à Pesquisa
3 – Extensão e Interação com a Sociedade
4 – Eficiência Administrativa
5 – Valorização da Comunidade Universitária
6 – Ambiente de Trabalho Inspirador
7 – Transparência e Participação
8 – Inovação Sustentável
9 – Conexão com a Comunidade
10 – Crescimento Responsável
Assessoria/Caminho político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos