Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

quinta-feira, 21 de dezembro de 2023

Nova Lei de Botelho proíbe tatuagens e piercing em animais

Lei 12.263, de 29 de setembro de 2023: a partir de agora os atos são considerados maus-tratos aos animais.Mato Grosso instituiu normas rigorosas para a proteção animal. Foi sancionada a Lei 12.263/ 23, que proíbe tatuagem e piercing em animais, com fins estéticos. De autoria do deputado Eduardo Botelho, presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), a nova lei está em vigor desde outubro deste ano.
Dessa forma, infratores vão sofrer sanções previstas em lei estadual específica, sem prejuízo das demais sanções penais, cíveis e administrativas.
Em âmbito federal, a proteção animal está amparada pelo artigo 32, da Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998: constitui crime ambiental praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, bem como nativos ou exóticos, estipulando-se a pena de detenção de três meses a um ano e multa.Proteção animal
Botelho alerta sobre a importância de ações que possam proteger o animal. Tatuagens ou adornos servem apenas para satisfazer os donos, causando dor e sofrimento. “O Poder Público tem dever tutelar de dar maior proteção aos animais domésticos. Eles podem sofrer complicações durante ou após os procedimentos como, por exemplo, reações alérgicas infecções, cicatrizes, queimaduras e irritações crônicas”, justifica o deputado.
No entanto, a nova norma não abrange a marcação de animais de produção para corte. Quando é necessária à rastreabilidade, permitindo a identificação individual, como é o caso da produção bovina.
Assessoria/Caminho político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos