Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

terça-feira, 30 de janeiro de 2024

CUIABÁ: Corte orçamentário na Secretaria de Obras é atestado de má gestão, afirma Fabio Garcia

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), cortou mais de R$ 324 milhões do orçamento para este ano da Secretaria Municipal de Obras Públicas. A pasta é responsável, entre outras coisas, pela manutenção das ruas e avenidas da cidade. O corte, destaca o chefe da Casa Civil de Mato Grosso, Fabio Garcia, demonstra o descaso da gestão com o município, abandonado e com vias esburacadas e, em alguns casos, praticamente intransitáveis.
“A conta da má gestão, da corrupção e da ineficiência é paga pela população. Esse corte de mais de 40% na Secretaria de Obras significa, de forma clara, que o prefeito não tem nenhum interesse, nenhuma preocupação com a situação vivida pelos cuiabanos, que vivem em uma cidade definitivamente abandonada”, destacou.
Em 2023, a Lei Orçamentária Anual (LOA) alocou mais de R$ 786 milhões em recursos para a pasta. Já para este ano, o montante a ser gasto não atinge R$ 463 milhões. “Se com os R$ 786 milhões, o serviço era ruim, ineficiente, com verdadeiras crateras surgindo todos os dias, imagina o que devemos esperar desta administração com esse corte”, lembrou Fabio.
Os cortes realizados por Emanuel nos valores gastos, não somente na Secretaria de Obras, mas em diversas áreas, reafirma a situação difícil nas contas do município. De acordo com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), o rombo no caixa da prefeitura é superior a R$ 1,7 bilhão.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos