Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

quinta-feira, 25 de janeiro de 2024

Sóstenes Cavalcante ressalta o desrespeito do governo do PT com os evangélicos

Em entrevista ao Poder360, o deputado federal Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), ex-presidente da Frente Parlamentar Evangélica, reiterou que o governo do PT demonstra “ódio” pelos evangélicos e cristãos. A declaração foi dada após a revogação da isenção fiscal para líderes religiosos pela Receita Federal.
Segundo o parlamentar, a atitude faz parte de uma estratégia maior do atual governo, que tenta influenciar a bancada a apoiar projetos de interesse do Executivo. Contudo, ele ressaltou que a frente não cederá a essa “chantagem” do presidente Lula.
“Não é nada que surpreenda a gente. Esse governo busca legalizar jogos, usa o pronome ‘todes’ em cerimônias oficiais e desrespeita tudo em que acreditamos. É um governo que odeia evangélicos e cristãos“, declarou. “É uma tentativa de chantagem do governo e nós não vamos ceder. A frente não convocou nenhuma reação. Eu mesmo só volto para Brasília em fevereiro. É um problema que o governo criou para si. Ele que resolva“, acrescentou.
Sóstenes ressaltou que a bancada evangélica já está distante do governo, sem condições políticas e ideológicas para uma reaproximação. Ele disse que os resultados da postura do chefe do Executivo serão evidentes nas próximas eleições municipais.
“A bancada já está afastada. Não temos condições políticas e ideológicas de nos aproximar. Deixa eles serem eles, os resultados logo virão. Logo temos eleições municipais. Basta lembrar que nas eleições para os conselhos tutelares demos uma surra no governo e daremos outra. É só esperar que 2026 está logo ali“, enfatizou.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos