Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2024

MOÇAMBIQUE: Terroristas atacam posição das FDS em Macomia

Grupos que aterrorizam a província moçambicana de Cabo Delgado atacaram uma posição das Forças de Defesa e Segurança de Moçambique no distrito de Macomia. O ataque à posição das Forças de Defesa e Segurança (FDS) de Moçambique aconteceu entre a noite de sexta-feira (09.02) e a madrugada de sábado (10.02), entre 23:00 e 03:00, no posto administrativo de Mucojo, a 45 quilómetros da sede distrital de Macomia, na região central da província moçambicana de Cabo Delgado, disse à comunicação social local o administrador distrital, Tomas Badae.
"Tomaram, sim, a posição e assaltaram-na, mas não temos mais informação se ainda estão lá ou já abandonaram", disse Tomas Badae, administrador de Macomia.
Desde a ocorrência do ataque, a comunicação com Mucojo ficou interrompida.
"Há problemas de comunicação em Mucojo, então torna-se difícil dizer se estão ainda lá ou não", frisou, sem mais detalhes.
Relatos de residentes locais à imprensa dão conta de várias baixas entre os militares moçambicanos, mas não há ainda confirmação das autoridades.
As confrontações levaram algumas pessoas a abandonar os seus campos de produção.
"Os terroristas estão a matar e a situação está cada vez mais difícil", lamentou à Lusa uma fonte a partir de Macomia.
Na manhã de sábado, os terroristas atacaram a comunidade de Litamanda, também em Macomia, onde, segundo fontes locais, terão matado uma jovem de 19 anos.
"Litamanda tem um número muito reduzido de pessoas a viver lá e, acho eu, por isso eles entraram. A jovem foi encontrada morta nas imediações", disse à Lusa uma fonte próxima à vítima.
A situação gerou pânico entre os moradores, parte dos quais decidiram abandonar a aldeia para se refugiarem na vizinha comunidade de Chai, onde tem uma posição militar.
A aldeia de Litamanda faz fronteira com o distrito de Muidumbe.
Insurgência no norte
A província de Cabo Delgado enfrenta há seis anos uma insurgência armada com alguns ataques reivindicados com o grupo extremista Estado Islâmico, que levou a uma resposta militar desde julho de 2021, com apoio do Ruanda e da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), libertando distritos junto aos projetos do gás.
Após um período da relativa estabilidade, nas últimas semanas novos ataques e movimentações foram registados em Cabo Delgado, embora localmente as autoridades suspeitem que a movimentação esteja ligada à perseguição imposta pelas Forças de Defesa e Segurança nos distritos de Macomia, Quissanga e Muidumbe, entre os mais afetados.
O conflito já fez um milhão de deslocados, de acordo com o Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), e cerca de 4.000 mortes, segundo o projeto de registo de conflitos ACLED.
Lusa/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos