Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

terça-feira, 26 de março de 2024

Promotora pede condenação de Abílio Bunini por vincular imagem de Botelho a de Emanuel Pinheiro

O deputado Abilio Brunini do PL de Mato Grosso está sendo acusado de realizar ataques contra o deputado Botelho na disputa pela prefeitura de Cuiabá. O Ministério Público Eleitoral (MPE) emitiu um parecer favorável à condenação Abílio por prática de propaganda eleitoral antecipada negativa a Botelho nas redes sociais. O parecer vem assinado pela promotora Lindinalva Correia Rodrigues. O processo foi movido por Botelho em resposta aos ataques. Segundo a denúncia, desde o final do ano passado, o Abilio vem se utilizado das redes sociais para atacar o presidente da ALMT, tentando associá-lo ao atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB).
Tanto Abilio, quanto Botelho estão em pré-campanha pela prefeitura da capital nestas eleições de 2024.
No entanto, Botelho é candidato de um grupo político oposto ao de Pinheiro e conta com o apoio do governador Mauro Mendes (União).
As postagens de Abílio foram removidas por determinação do juiz eleitoral Jamilson Haddad Campos, que afirmou não ser possível verificar a veracidade dos fatos apresentados por Abílio.Para a promotora Lindinalva, os vídeos postados por Abílio tentam vincular os problemas de Cuiabá a Botelho e seus familiares, configurando assim propaganda eleitoral antecipada negativa.
“Desta feita, o Ministério Público opina pela condenação do representado ao pagamento de multa prevista, nos termos do §3º do artigo 36, da Lei nº 9.504/97”, decidiu.
O caso volta agora a ser analisado pelo juiz eleitoral Jamilson Haddad Campos que deve decidir se aplica a multa em Abilio ou não.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos