Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

terça-feira, 23 de abril de 2024

Defensoria Pública é o primeiro órgão a aderir integralmente ao MTPrev

Na manhã desta segunda-feira (22), a Defensoria Pública de Mato Grosso (DPMT) assinou a Instrução Normativa (IN) que finalizou o processo de integração da instituição ao Mato Grosso Previdência (MTPrev).
O evento ocorreu na sede da DPMT, em Cuiabá, com a participação da defensora pública-geral, Luziane Castro, do primeiro subdefensor-geral, Rogério Borges Freitas, da segunda subdefensora-geral, Maria Cecília Alves da Cunha, e do diretor-presidente do MTPrev, Elliton Oliveira de Souza.
Com isso, a Defensoria passa a ser o primeiro órgão de Mato Grosso a consolidar a integração ao MTPrev.“Foi um passo importante dado. A Defensoria Pública, como primeira instituição do Estado a efetivamente completar todas as etapas e integrar o MTPrev”, afirmou a defensora-geral.
Antes, os recursos previdenciários eram geridos pela própria Defensoria. A partir de agora, o MTPrev passa a administrar todos os ativos previdenciários dos servidores e membros da DPMT, incluindo a concessão de aposentadorias e pensões.
“Para nossa alegria, cumprimos a última etapa da integração da Defensoria ao MTPrev, que já estava prevista na lei. A Defensoria passou a ser o primeiro órgão que faz parte integralmente do MTPrev”, ressaltou o diretor-presidente do MTPrev.Desse modo, a Defensoria segue o que determina a Lei Estadual Complementar nº 560, de 31 de dezembro de 2014, que estabelece que o pessoal civil de todos os poderes e órgãos autônomos deve integrar a Unidade Gestora Única do Regime Próprio de Previdência Social do Estado de Mato Grosso.
“É melhor que haja essa unidade gestora porque ali temos profissionais capacitados e preparados tanto para a gestão dos nossos recursos quanto para a concessão de aposentadorias e pensões”, destacou Luziane.
Para realizar a gestão dos recursos previdenciários, o MTPrev conta com uma assessoria externa, um conselho fiscal e um comitê de investimento, que fazem uma análise global para aplicar os ativos, buscando a melhor rentabilidade.De acordo com o gestor do MTPrev, a integração da Defensoria Pública impulsionará a conclusão dos processos dos outros poderes e órgãos autônomos, que já estão em um estágio avançado de adesão ao Mato Grosso Previdência.
“Estou feliz porque a Defensoria está na vanguarda. Só tem a ganhar o Estado de Mato Grosso porque é um recurso que vamos trabalhar para ter uma rentabilidade que supere a meta”, concluiu Souza.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos