Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

domingo, 5 de maio de 2024

CATÁSTRO: Passa de 700 mil número de afetados pelas chuvas no RS

Pelo menos 332 dos 497 municípios gaúchos sofreram alguma consequência dos temporais, que atingem a região desde o início da semana. Eduardo Leite diz que será necessário "Plano Marshall" para reconstruir o estado. As fortes chuvas que atingem o estado do Rio Grande do Sul já afetaram 707,1 mil pessoas, de acordo com boletim divulgado às 9h deste domingo (05/05) pela Defesa Civil do estado. Pelo menos 332 dos 497 municípios gaúchos já sofreram alguma consequência dos temporais, que atingem a região desde o início da semana.
A Defesa Civil confirmou a cifra de mortos para 66 e informou que ainda há seis óbitos em investigação, para verificação sobre se têm relação com a tragédia. Neste sábado, a Defesa Civil passou a divulgar as mortes confirmadas em decorrência dos temporais e as em investigação para determinação da causa. Foram registrados 155 feridos e 101 pessoas desaparecidas.
Em todo o estado, há 80,5 mil desalojados, que se encontram na casa de parentes ou amigos, e 15,1 mil estão em abrigos.
Pelo menos 418,2 mil pontos estão sem energia elétrica. Há ainda 1 milhão de domicílios sem abastecimento de água (34% do total), segundo a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan).
Os municípios também estão com dificuldade de acesso a telefonia e dados móveis. De acordo com as operadoras, 90 cidades estão sem serviços da TIM, 43 sem os serviços da Vivo e 53 municípios não conseguem acesso pela Claro.
"Próximos dias serão ainda muito difíceis"
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, disse neste sábado que a tendência é que as estatísticas da tragédia se agravem na medida em que o socorro consiga chegar a regiões de acesso mais difícil.Ele alertou que os próximos dias "serão ainda muito difíceis" para os habitantes locais e que a reconstrução do estado vai precisar de um "Plano Marshall", se referindo ao plano dos Estados Unidos para financiamento à reconstrução da Europa depois da Segunda Guerra.
Neste domingo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva retorna ao Rio Grande do Sul para acompanhar os trabalhos do governo federal na prestação de assistência humanitária aos atingidos pelas chuvas. A informação foi confirmada pelo ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom/PR), Paulo Pimenta, em seu perfil na rede social X (antigo Twitter).
A previsão é que o presidente viaje acompanhado de nove ministros, entre eles, o da Fazenda, Fernando Haddad; a da Saúde, Nísia Trindade, e o da Educação, Camilo Santana.
Lula voltou a afirmar, pelas redes sociais, que não faltarão recursos federais ao Rio Grande do Sul, que enfrenta o que autoridades vêm chamando de pior desastre climático da história do estado.
"O governo federal está em diálogo permanente com o governo do Rio Grande do Sul e com as prefeituras para apoiar a região no que for necessário. Não mediremos esforços para ajudar os municípios que sofrem com as chuvas e salvar vidas", escreveu Lula.
md (EBC, ots)Caminho Político
@caminhopolitico cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos