Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

GOVERNO DE MATO GROSSO

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

segunda-feira, 20 de maio de 2024

Mundo lamenta a morte do Presidente iraniano

Várias figuras internacionais, do Ocidente ao Oriente, estão esta segunda-feira (20.05) a prestar condolências ao povo do Irão. Presidente do país, Ebrahim Raisi, morreu na sequência da queda do helicóptero onde seguia.O líder supremo do Irão, Ali Khamenei, nomeou o vice-Presidente Mohammad Mokhber, como chefe de Estado interino e decretou cinco dias de luto pela morte de Ebrahim Raisi. A decisão de Khamenei foi comunicada poucas horas depois de as equipas de socorro iranianas terem recuperado os restos mortais do Presidente, Ebrahim Raisi, e dos outros oito passageiros que seguiam no helicóptero que se despenhou no domingo (19.05), no noroeste do Irão.
O helicóptero que transportava também o ministro dos Negócios Estrangeiros, Hossein Amir-Abdollahian, despenhou-se na zona de Kalibar. O principal negociador nuclear do Irão, Ali Bagheri, vai chefiar a diplomacia iraniana a título provisório, na sequência da morte do ministro Hossein Amir-Abdolahian.
Reações mundiais
O Presidente chinês, Xi Jinping, classificou a morte do homólogo iraniano Ebrahim Raisi como trágica e uma "grande perda para o povo iraniano", divulgou o Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês.
"O Presidente Xi Jinping sublinhou que a sua morte trágica foi uma grande perda para o povo iraniano e que o povo chinês perdeu um bom amigo", disse o porta-voz da diplomacia chinesa, Wang Wenbin, em conferência de imprensa.
O Presidente russo, Vladimir Putin, prestou homenagem ao Presidente iraniano, Ebrahim Raisi, descrevendo-o como um "político notável" e um "verdadeiro amigo" da Rússia.
"Ebrahim Raisi era um político notável (...). Como verdadeiro amigo da Rússia, deu um contributo pessoal inestimável para o desenvolvimento das relações de boa vizinhança entre os nossos países [Rússia e Irão] e envidou grandes esforços para as elevar ao nível de parceria estratégica", afirmou o Presidente russo numa mensagem de condolências emitida pelo Kremlin.
Também o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, fez questão de emitir uma nota de imprensa. "O Presidente Raisi e o ministro dos Negócios Estrangeiros Amir-Abdollahian eram amigos verdadeiros e de confiança", afirmou Lavrov em comunicado.
O Paquistão declarou um dia de luto nacional. "O Paquistão vai observar um dia de luto e a bandeira estará a meio haste" em "solidariedade com o Irão", um país irmão, escreveu o primeiro-ministro paquistanês, Shehbaz Sharif, na rede social X.
"TWITTER: Shehbaz Sharif @CMShehbaz · Follow
Pakistan had the pleasure of hosting President Raisi and Foreign Minister Hossein Amir Abdollahian on a historic visit, less than a month ago. They were good friends of Pakistan. Pakistan will observe a day of mourning and the flag will fly at half mast as a mark of respect for… Show more 2:26 AM · May 20, 2024
O Presidente da Autoridade Nacional Palestiniana, Mahmoud Abbas, apresentou condolências em comunicado: "Exprimimos as nossas sinceras condolências e a nossa solidariedade ao fraterno povo iraniano", indica a nota do Presidente da Autoridade Nacional Palestiniana (ANP) divulgada pela agência noticiosa oficial palestiniana Wafa. O Presidente da ANP sublinhou "a solidariedade do Estado da Palestina e do povo palestiniano para com os dirigentes e o povo iraniano" face ao que descreveu como um acontecimento que causou "grande angústia".
Também os chefes de Estado da Venezuela, da Índia e do Iraque transmitiram a Teerão condolências pelo acidente de domingo.
A NATO expressou condolências à população do Irão pela morte do Presidente, Ebrahim Raisi, e do ministro dos Negócios Estrangeiros, Hossein Amir-Abdollahian.
"Expressamos as nossas condolências à população do Irão pela morte do Presidente Raisi, o ministro dos Negócios Estrangeiros Amir-Abdollahian e todos os que morreram no acidnete de helicóptero", escreveu a porta-voz da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), Farah Dakhlallah, na rede social X.
"TWITTER: NATO Spokesperson Farah Dakhlallah @NATOpress
· Follow Our condolences to the people of #Iran for the death of President Raisi, Foreign Minister Amir-Abdollahian, and others who perished in the helicopter crash. 7:50 AM · May 20, 2024
O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, expressou as "sinceras condolências” em nome da União Europeia (UE), assim que foi anunciada a morte do Presidente do Irão.
"A UE expressa as mais sinceras condolências pela morte do Presidente Raisi e do ministro dos Negócios Estrangeiros [Hossein Amir-]Abdollahian, assim como de todos os elementos da delegação e tripulantes [que morreram] no acidente de helicóptero. Os nossos pensamentos estão com as famílias”, escreveu Charles Michel na rede social X.
Queda fatal
O Governo do Irão confirmou esta madrugada a morte de Raisi e de Amir-Abdollahian, numa queda de um helicóptero no noroeste do Irão, cujos destroços foram localizados sem quaisquer sobreviventes.
As equipas de socorro iranianas recuperaram os restos mortais de Ebrahim Raisi e dos outros oito passageiros que seguiam no helicóptero que se despenhou no noroeste do Irão, anunciou o Crescente Vermelho.
O helicóptero que transportava Raisi foi localizado numa montanha na zona de Kalibar e Warzghan, na província do Azerbaijão Oriental, no noroeste do país.
O acidente deu-se quando a comitiva regressava da fronteira com o Azerbaijão, onde Raisi inaugurou uma barragem com o seu homólogo azeri, Ilham Aliyev.
A Arábia Saudita, o Iraque e o Azerbaijão ofereceram ajuda a Teerão para as operações de resgate. A Turquia enviou 32 equipas de salvamento e seis veículos e a União Europeia ativou o serviço cartográfico de resposta rápida Copernicus a pedido do Irão.
nn | com agências/Caminho Político
@caminhopolitico cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos