A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.

A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 2.368 - Sala 104 Bosque da Saúde - Cuiabá-MT - 78050-000 comercial@expovarejo.com.br | Fone: (65) 3057-5200

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

Greenpeace no Brasil

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

domingo, 21 de janeiro de 2018

"Arthur Virgílio recebe reconhecimento da ONU"

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, recebeu do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) um documento de reconhecimento pelas ações desenvolvidas pela prefeitura, de acolhimento e apoio aos índios venezuelanos de etnia Warao, que chegaram à cidade a partir do ano passado, fugindo da grave crise econômica e social no seu país de origem. O documento foi entregue pela representante da Acnur no Brasil, Isabel Marquez, durante jantar em que também estiveram presentes a primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária (FMS), Elisabeth Valeiko Ribeiro, e os secretários municipais da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), Elias Emanuel; da Saúde (Semsa), Marcelo Magaldi; da Educação (Semed), Kátia Schweickardt; e de Comunicação (Semcom), Eric Gamboa. “As ações desenvolvidas pela prefeitura são uma clara demonstração da capacidade e da solidariedade que a administração e a população têm em relação aos venezuelanos”, diz o documento. Segundo Isabel Marquez, representante da Acnur no Brasil, o ato é um reconhecimento pelo esforço da prefeitura em receber, acolher e proteger os refugiados e que vem sendo acompanhado de perto pelo órgão internacional. “Nós temos trabalhado muito junto com a prefeitura e outros parceiros para poder ajudar realmente essa população”, avaliou. O prefeito disse sentir-se gratificado pelo reconhecimento da Acnur e o recebeu em nome da população de Manaus. “Eu recebo essa homenagem em nome do povo de Manaus com uma honra enorme. Significa que o trabalho feito aqui virou referência. Inclusive já temos muitos servidores nossos dando suporte em Roraima para ajudar nessa situação”, afirmou o Arthur Neto. O prefeito ressaltou, ainda, que Manaus está pronta a continuar com o trabalho referenciado e ampliar algumas ações. Segundo com o secretário Elias Emanuel, da Semmasdh, a Prefeitura de Manaus trabalha em parceria com outros órgãos estaduais e federais, além de instituições não-governamentais, mas não deixa de assumir o protagonismo no acolhimento e atendimento das populações indígenas venezuelanas aqui refugiadas. “O nosso grande desafio este ano será atender a população não-indígena”, avisou Emanuel. Na área de saúde, um dos pontos fortes do programa de acolhimento aos venezuelanos foram os atendimentos realizados pelo “Consultório de Rua”. E haverá, ainda, novidades nessa assistência e realização de exames e medidas de prevenção. “Agora, os indígenas abrigados também terão acesso à rede básica de saúde, por meio das UBSs”, informou o secretário da Semsa, Marcelo Magaldi. Já na educação, a prefeitura iniciou o diagnóstico da situação das crianças indígenas que estão nos abrigos e a identificação de professores Warao, para que essas crianças possam ter acesso à educação. “É um trabalho difícil e complexo, mas vamos construir um processo pedagógico para essas crianças, em conjunto com a comunidade e respeitando suas raízes e cultura”, disse a secretária da Semed, Kátia Schweickardt.
Jacira Oliveira Prefeitura de Manaus
Fotos: Mário Oliveira /Prefeitura de Manaus

Nenhum comentário:

Postar um comentário