Vereador RODRIGO ZAELI do PSDB-MT

Vereador RODRIGO ZAELI do PSDB-MT
Câmara Municipal de Rondonópolis R. Cafelândia, 434 – La Salle, Rondonópolis – MT, 78710-050 (66) 3422.7554 | (66) 99900.5757 atendimento@rodrigodazaeli.com.br

"Prefeitura de Cuiabá - Trabalhando e cuidando da gente"

"BATERIA BEAT CUIABÁ"

"BATERIA BEAT CUIABÁ"
Av. Senador Filinto Muller, 829. Quilombo, Cuiaba - MT (65) 3637.1634 (65) 9 9994.6505 contato@baterasbeatcuiaba.com.br

CPC - CURSO PREPARATÓRIO COMUNITÁRIO

TCE MT GESTÃO NOTA 10

segunda-feira, 9 de abril de 2018

"Leonardo de Oliveira fez mais esporte com orçamento menor"

Federações, associações e outras entidades veem o ex-secretário como opção de voto para representar o esporte nas eleições de 2018. O ex-secretário adjunto de esporte e lazer do estado de Mato Grosso, Leonardo de Oliveira, que deixou a pasta para concorrer ao pleito eleitoral de 2018, fez mais pelo esporte com um orçamento 8,4% menor. Com trabalhos como a criação da Escola Estadual Governador José Fragelli (Arena da Educação), a democratização da Arena Governador José Fragelli (Arena Pantanal), recorde de eventos e ações no Complexo Esportivo Arena Pantanal e apoio às entidades.
A Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer do Estado de Mato Grosso (Sael-MT), na gestão de Leonardo de Oliveira, que permaneceu na pasta de janeiro de 2017 até março de 2018, contou com o orçamento de R$ 13.154.418,33 milhões no ano passado. Enquanto a gestão anterior teve o orçamento de R$ 14.366.104,52 milhões em 2016. Ambos os números não incluem os valores de manutenção da Arena Pantanal, que em 2016 eram de responsabilidade de outra secretaria.
Verba de Gabinete
A economia também atingiu a verba de gabinete do ex-secretário de esporte, que gastou 61,3% menos do que o gestor anterior. No total anual, foram empregados R$ 8.730,00 na manutenção do gabinete em 2017 e R$ 22.565,00 em 2016. E, mesmo assim, a redução não diminuiu a qualidade do serviço prestado e o ex-secretário visitou mais de 50 municípios e mais de 60 escolas públicas estaduais por todo o interior mato-grossense.
Arena da Educação
Inaugurada em 04 de maio de 2017, a Escola Estadual Governador José Fragelli, a Arena da Educação, é o primeiro estádio-escola do país. Atende atualmente 450 estudantes, do 7° ano do ensino fundamental ao 2° do ensino médio, com educação regular aliada à prática esportiva e em tempo integral. Faz uso de salas nos 2° e 3° andares, tem biblioteca, sala de informática, refeitório e fornece alimentação balanceada. E sem gerar obstáculos para a realização de jogos.
“Não há prejuízo à utilização normal da Arena. Todas as salas ocupadas pela escola podem ser revertidas, quase que imediatamente, em camarotes para eventos esportivos. É uma iniciativa inédita nascida na Sael e que dá utilidade pública ao estádio. Iniciou com 350 alunos e hoje atende 450. Um local que dá esperança aos jovens que possuem o sonho de se tornarem atletas. Um projeto feito com amor ao próximo e que persistirá por gerações”, disse Leonardo.
Recorde e Democratização
O Complexo Esportivo Arena Pantanal, que é formado pela Arena Pantanal, o Ginásio Poliesportivo Professor Aecim Tocantins, o Palácio das Artes Marciais Iusso Sinohara, a piscina olímpica e as quadras de areia, bateu recorde com 260 ações em 2017. Com jogos de futebol, rugby, futebol americano, montaria em touros, shows, cursos, palestras, simpósios, exposições, treinamentos e outros. E, além disso, a Arena Pantanal foi democratizada com eventos à população.
“Deixo a secretaria com o sentimento de dever cumprido. A Arena Pantanal e as demais estruturas estão vivas! Conseguimos deixar para trás a ideia de que o complexo é um elefante branco. E fizemos isso com poucos recursos, mas com iniciativas inovadoras e de baixo custo. Tanto Arena Pantanal quanto demais estruturas sediaram ações com a participação massiva dos estratos sociais. E, para as próximas gestões, fica a semente do que é possível fazer”, diz Leonardo.
Dentre os eventos promovidos, destacam-se: Flamengo x Fluminense (mais de 15 mil pessoas), Corinthians x Luverdense (+ de 13 mil pessoas), Peladão de Futebol (+13 mil), Campeonato Brasileiro de Montaria em Touros (+12 mil), duas edições do Festival da Criança (+5 mil), Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa, Hullks Fight Championship, Copa Brasil Central de Rugby, Brasileiro de Futebol Americano, Open Games Midwest de Crossfit, estadual de futebol, entre outros.
Incentivo
O projeto Time Mato Grosso foi criado para fomentar o esporte de rendimento por meio do repasse de materiais esportivos e recursos e pela oferta de serviços, como, por exemplo, de logística. Dessa forma, estimular seleções estaduais para representar o estado em competições esportivas de nível nacional. E teve êxito ao apoiar mais de 60 escolas, 50 municípios, 30 federações e entes esportivos e outros 265 atendimentos.
Bolsa Atleta
Após 5 anos desativado, o ex-secretário adjunto de esporte e lazer do estado, Leonardo de Oliveira, conseguiu reativar o programa estadual de “Bolsa Atleta” com incentivos de 500 e R$ 800,00 mensais. E 75 atletas, nas modalidades de atletismo, handebol, jiu-jistu, natação, tênis de mesa, kung fu wushu e Wrestling, nas categorias estudantil, nacional olímpico e paralímpico e nacional não olímpico e não paraolímpico, começam a receber os incentivos em 2018.
Texto e Fotos: Junior Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário