Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA
BOLSONARO NÃO!

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

terça-feira, 2 de outubro de 2018

"ENSINO SUPERIOR: Wellington quer transformar Primavera em polo educacional"

Articulação parlamentar de Wellington já possibilitou a implantação de um campus do IFMT e como governador o candidato quer ampliar oferta de cursos de graduação. O candidato ao governo de Mato Grosso pela coligação ‘A Força da União’, Wellington Fagundes (PR), defendeu hoje (1º), em Primavera do Leste, a instalação de um campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), na cidade. A unidade buscaria reforçar a oferta de vagas no ensino superior na região, especialmente nos cursos da área de saúde. Segundo o candidato, Primavera do Leste tem potencial para se tornar mais um polo de ensino superior em Mato Grosso. “Isso já está se consolidando com a implantação do campus do Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT, que trouxe cursos de nível técnico nas áreas de engenharia, automação e logística”, destacou Wellington, que lembrou que a implantação do campus do IFMT de Primavera do Leste se deu por força de sua articulação política.
Além do fortalecimento da educação superior, Wellington pontuou a necessidade de ampliar o investimento na educação infantil e em cursos profissionalizantes para jovens. “Por essas e outras conquistas é que Mato Grosso precisa de um governante que tenha trânsito nos ministérios e junto à bancada. Só com uma atuação firme em Brasília será possível ampliar a capacidade de investimentos do Estado, que hoje não chega a 9% do orçamento anual”, destacou o candidato.
Durante encontro com lideranças locais e com a imprensa, Wellington lembrou sua relação com a cidade de Primavera. “Hoje estou aqui para pedir voto, mas não sou um político que só aparece nas cidades às vésperas de eleição. Sempre apoiei as demandas de todos os prefeitos, independentemente de sigla partidária. E aqui não é diferente”, disse.
O ex-presidente da Câmara de Primavera do Leste, Estaniel Pascoal (PROS), destacou que, de todos os candidatos que disputam ao governo, Wellington é o único que realmente fez por Primavera do Leste. “Ele tem uma história de trabalho com nossa cidade, pois sempre apoiou aos prefeitos, independentemente de partido. O perfil municipalista dele é o maior diferencial, é presente, se preocupa com as pessoas e atende a todos. Gosta do povo e político tem de gostar do povo. Essa postura faz toda a diferença, mais ainda em um Estado como o nosso, onde a sensação de abandono é enorme”.
A atuação parlamentar de Wellington proporcionou diversas obras e projetos em Primavera, como a duplicação da BR-070, no perímetro urbano; o aterro sanitário para depósito de todo o lixo da cidade; galerias de águas pluviais nos bairros Centro-Leste e Eldorado; a construção do aeroporto municipal Ernesto Ruaro; a recuperação da BR-070, no trecho entre Primavera/Barra do Garças e Primavera/Serra de São Vicente; a implantação de três unidades do Samu e uma UPA; implantação de unidades do programa Academia da Saúde; pavimentação do perímetro urbano das Colônias Russas Massapê e Beira Rio.
O ex-deputado Luisinho Magalhães (MDB), disse que o perfil municipalista de Wellington o torna preparado para assumir o cargo de governador. “Com Wellington como governador o cidadão estará mais próximo do governo e participante das decisões. Primavera tem 32 anos de emancipação política e administrativa e, durante este período, Wellington sempre esteve presente e parceiro. Não tem ninguém mais preparado do que ele”, frisou Luisinho.
O candidato republicano lidera a maior frente de oposição ao atual governo de Mato Grosso, composta por dez partidos (PR, PMN, PROS, PC DO B, PODEMOS, PP, PT, PV, PRB e PTB). ‘A Força da União’ tem Sirlei Theis, como candidata à vice-governadora, Adilton Sachetti e Maria Lúcia Cavalli candidatos ao Senado Federal.
Foto: Edson Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário