SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

terça-feira, 17 de março de 2020

"ELEIÇÃO SUPLEMENTAR: Reinaldo defende adiamento da eleição, mas é contra unificação do pleito"

Resultado de imagem para Reinaldo Morais   psc mtO candidato ao Senado pelo Partido Social Cristão (PSC), Reinaldo Morais se posicionou a favor da suspensão da eleição suplementar ao Senado. No entanto, defende a realização de forma imediata assim que passar a fase crítica dessa pandemia Covid-19. Foi suspenso na tarde de terça-feira (17), pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a eleição suplementar ao Senado em Mato Grosso, marcada para ocorrer no dia 26 de abril. A decisão foi tomada pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber. “Sou a favor da suspensão da eleição suplementar para senado porque em primeiro lugar nós devemos pensar na saúde da família mato-grossense. Agora, tão logo possa se passar esse epicentro do coronavírus, creio que a eleição suplementar deverá ser remarcada imediatamente”, pontuou Reinaldo Morais
Sobre a possibilidade da eleição ao senado federal ser realizada conjuntamente com as eleições municipais. Uma vez que no despacho, Rosa Weber não estabelece nova data para pleito. Ou seja, não descarta que a eleição suplementar possa ocorrer junto ao pleito municipal, marcada para ser em outubro deste ano, defende Reinaldo.
"Sou contra a realização de eleição única em outubro, já que nessa data ocorrem as eleições municipais e assim devem permanecer. Acredito que o eleitor precisa ter uma liberdade para plena escolha, e se acontecer no mesmo pleito, creio que causará uma confusão, gerando uma dificuldade no eleitor quanto a sua livre escolha ao futuro senador de Mato Grosso. A eleição majoritária para o senado federal tem que ocorrer nos próximos meses a fim de que o eleitor possa ter a precisão na escolha do futuro senador”, concluiu.
Reinaldo também reforçou que a eleição suplementar precisa ser realizada nos próximos meses para que não haja vacância do cargo no Senado Federal. E o candidato ao Senado eleito pelo povo possa assumir essa vaga imediatamente pelo bem de Mato Grosso.
Assessoria/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos