SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

sábado, 29 de agosto de 2020

"AMA apresenta projeto "Moradia Assistida" e visa implantação em Cuiabá"

Nessa sexta-feira (28), Kelly Nascimento, presidente da AMA - Associação Amigos do Autista de Mato Grosso - e o Vereador Juca do Guaraná Filho (MDB), autor da Lei Nº 6.509/2020, que garante vagas preferenciais para pessoas do espectro autista, recepcionaram os representantes da ONG Último Resgate, do Rio Grande do Sul, na capital. Matheus Possobon, o presidente da instituição, Humberto Silva, diretor administrativo, e André Tschler estiveram na Câmara de Cuiabá e em algumas secretarias da Prefeitura Municipal para apresentar o projeto "Moradia Assistida", que vai melhorar a vida de pessoas no espectro autista e com outras necessidades especiais, sejam elas moderadas ou severas.
A ideia inicial é de um espaço que possa ser dedicado às pessoas com uma ou mais deficiências intelectuais, cognitivas ou físicas, que precisam de assistência para morar sozinhas ou mesmo que desejam isso.
Na moradia, além de receber auxílio necessário para cada especificidade, há também a perspectiva de estabelecer convívio social, o que pode ser muito positivo na inclusão da pessoa com deficiência na sociedade.
O projeto já está em andamento no Rio Grande do Sul e os representantes da ONG Último Resgate estão em Cuiabá para detalhar o funcionamento da Moradia Assistida.
Para Kelly, presidente da AMA MT, que visa implantação do projeto em Cuiabá, a moradia assistida é um apoio essencial para pessoas com deficiências intelectuais que não estão em convívio família com os devidos cuidados (seja por falecimento dos responsáveis ou até mesmo por inviabilidade econômica por parte da família).
"O projeto 'Moradia Assistida' tem o objetivo de ser uma alternativa para pessoas abandonadas pelas famílias em hospitais e demais casas de apoio, visando garantir-lhes dignidade e qualidade de vida” reforça a presidente.
Para Juca do Guaraná Filho, essa é uma forma de oportunizar uma camada da população que, por muitas vezes, já sofrem com o descaso e abandono todos os dias. “Apresentamos mais este projeto para garantir, mais uma vez, o respeito aos irmãos autistas, ou com algum tipo de deficiência intelectual” frisa o parlamentar.
O projeto foi apresentado ao presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Misael Galvão (PTB), à Secretaria de Saúde Municipal de Cuiabá, à Secretaria Geral do Município e já conta com o respaldo do prefeito Emanuel Pinheiro, da primeira dama do município, Márcia Pinheiro, e do deputado federal Emanuel Pinheiros Neto (PTB).
Assessoria/PlenarioMT/Caminho Político
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos