TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

MPF em Cuiabá

MPF em Cuiabá
Av. Miguel Sutil, nº 1.120, Esquina Rua J. Márcio (R. Nestelaus Devuisky) Bairro Jardim Primavera

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

"Ibama admite delegar licenciamento de novos trechos da Ferronorte para Sema-MT"

Medida solicitada pelo senador Wellington Fagundes deverá dar mais agilidade na implantação de novos trilhos em Mato Grosso. O presidente do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), Eduardo Fortunato Bim, admitiu nesta quarta-feira, 26, a possibilidade de delegar à Secretaria de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema-MT), a expedição do licenciamento ambiental para expansão da Ferrovia Vicente Vuolo, a Ferronorte, em Mato Grosso. A medida atende pedido do senador Wellington Fagundes (PL-MT), vice-presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado e presidente da Frente Parlamentar de Logística e Infraestrutura (Frenlogi).
Fortunato reuniu-se com Fagundes e com o líder da bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional, deputado Neri Geller (PP-MT), e disse não vê qualquer dificuldade nesse processo que busca dar agilidade ao projeto de avanço dos trilhos da ferrovia no Estado. O licenciamento ambiental pela Sema-MT ocorreria no trecho entre Rondonópolis à Lucas do Rio Verde, passando por Campo Verde, Cuiabá e Nova Mutum.
O licenciamento ambiental de uma obra é considerado a parte mais burocrática e, na maioria das vezes, leva anos até ser liberada. Com a delegação do Ibama ao Estado, o processo terá maior agilidade, em função da disponibilidade de profissionais para análise dos estudos. “Estamos trabalhando adiantado, não só junto ao Ibama para essa delegação como também com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e Ministério de Infraestrutura” - salientou Geller.
Na semana passada, diretores da Rumo Logística, confirmaram os termos da expansão da ferrovia que compõem a Malha Norte, que consistiu na renovação antecipada da concessão da Malha Paulista, com investimentos na ordem de R$ 6 bilhões. O projeto em Mato Grosso prevê a construção de três novos terminais para o transporte da produção agrícola e industrial, que cresce consideravelmente no Estado.
Na reunião com o presidente do Ibama, Fagundes relatou que a ferrovia já cumpriu papel essencial no desenvolvimento de Mato Grosso ao chegar em Rondonópolis, no Sudeste do Estado, onde está implantado o maior terminal de cargas da América Latina. Contudo, ressaltou que a sua expansão é considerada essencial para ampliar a infraestrutura viária do Estado e aumentar a capacidade de escoamento da sua crescente produção agropecuária.
“É importante fazer essa integração de todo Estado. Por isso estamos trabalhando para que os trilhos cheguem a Cuiabá e vá até o Nortão de Mato Grosso” – salientou Fagundes. Paralelamente a esse projeto, a bancada trabalha para garantir o encontro da Ferronorte co Ferrovia de Integração do Centro Oeste (FICO), saindo de Mara Rosa, chegando em Água Boa (MT), indo ao médio Norte, nos municípios de Sorriso e Sinop, com acesso até os portos do Arco Norte da Logística.
Da assessoria/Caminho Político
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos