SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

terça-feira, 8 de setembro de 2020

"DFB Pokal: quando nanicos derrubam gigantes logo de cara"

Taça do DFB PokalÀs vésperas do início da temporada 20/21, casas de apostas estão de olho nos azarões prontos para despachar um favorito. Todos os clubes hoje no futebol de elite da Alemanha já caíram ao menos uma vez na primeira rodada.O DFB Pokal é a competição de futebol mais longeva da Alemanha e, durante muito tempo, era considerado até mais importante do que o campeonato propriamente dito. Isto porque até 1963 (ano da fundação da Bundesliga) o campeonato alemão como o conhecemos hoje praticamente não existia. Havia campeonatos regionais, cujos campeões disputavam um torneio entre si para determinar o campeão do ano. Até então, o único torneio nacional era justamente a Copa da Alemanha.
A graça do Pokal está no fato de que todo e qualquer jogo é como se fosse uma final decisiva. A passagem para a fase seguinte é decidida numa só partida, não há confronto de volta. Desde a primeira rodada, havendo empate no tempo regulamentar, segue uma prorrogação de 30 minutos e, persistindo a igualdade no placar, o vencedor é definido na cobrança de penalidades máximas.
O pontapé inicial da temporada 20/21 será dado no próximo fim de semana com 31 partidas, sendo que em 18, times amadores das divisões inferiores enfrentarão logo na primeira rodada equipes profissionais da primeira ou segunda divisão. Vale esclarecer que a partida entre Bayern e FC Düren, completando a primeira rodada, só será realizada em 15 de outubro por conta do calendário apertado do time bávaro. De todo modo, são nesses confrontos que a zebrinha – o fator surpresa – pode correr pelos campos mais uma vez. Já aconteceu em algumas oportunidades na história do Pokal, pregando uma peça nos favoritos justamente na primeira rodada.
O próprio Bayern de Munique foi vítima da zebrinha logo de cara. A primeira vez foi em 1990, quando amargou uma inesperada derrota para o FV 09 Weinheim por 1x0, time amador de uma liga regional de Baden-Württemberg, estado no sudoeste da Alemanha. O surpreendente nesse vexame é que os bávaros tinham sido campeões da Bundesliga na temporada anterior e tinham dois campeões mundiais em suas fileiras: Klaus Augenthaler e Jürgen Kohler.
Quatro anos depois, mais um desastre bávaro na primeira rodada. Desta vez diante do impronunciável Vestenbergsgreuth da liga regional bávara, também pelo placar de 1x0. Foi na estreia do folclórico técnico italiano Giovanni Trapattoni no comando do Bayern, cuja estrela maior na época era Lothar Matthäus.
Outro clube grande que costuma se dar mal no início da Copa atende pelo nome de Borussia Dortmund – e não foi só uma vez. Desde 1963 foram nove eliminações na primeira rodada. A mais frustrante provavelmente tenha sido a de 1996 porque, afinal, naquela época os aurinegros eram considerados o melhor time da Alemanha, tendo vencido o título da Bundesliga por duas temporadas consecutivas. E podiam contar com um timaço – comandado por Matthias Sammer dentro de campo e pelo técnico Ottmar Hitzfeld fora dele.
Tudo isso não bastou para vencer o modesto Wattenscheid da liga regional sudoeste, uma espécie de quarta divisão. Em jogo de arrepiar, o nanico Wattenscheid triunfou sobre o gigante Dortmund por 4x3, com o gol da vitória marcado quando faltavam cinco minutos para terminar a prorrogação e o jogo.
O tradicional Werder Bremen é o campeão alemão das eliminações precoces do Pokal logo no primeiro jogo. Foram 12 vexames no total, sendo três consecutivos (!) nas temporadas 2012, 2013 e 2014. A eliminação mais humilhante aconteceu em 1994. O time tinha conquistado o título da Copa na temporada anterior, além de ter vencido a Supercopa alemã. Foi a Munique para enfrentar o Bayern II, que disputava a liga regional sul. Aparentemente, uma tarefa fácil. Ledo engano. Os verdes sucumbiram diante da equipe reserva do Bayern e voltaram para casa de mãos abanando.
Todos os clubes que atualmente estão no futebol de elite da Alemanha já caíram pelo menos uma vez na primeira rodada do Pokal. Houve um ano que bateu todos os recordes. Em 1970, das 18 equipes da Bundesliga, oito sucumbiram.
Dos atuais integrantes da primeira divisão, os mais acostumados a dar adeus à Copa logo de cara são: Werder Bremen (12 vezes), Stuttgart (10), Borussia Dortmund (9), Colônia e Eintracht Frankfurt (7) e Borussia M'Gladbach (6).
Em média, por ano caem três clubes considerados grandes logo na primeira rodada do Pokal. As casas de apostas já se movimentam e estão de olho nos azarões prontos para despachar um favorito. É o caso do Nurembergue, clube tradicional da segunda divisão, que teve a ousadia de já ter eliminado um time da elite em quatro oportunidades. É o maior azarão de todos. Vai enfrentar o Leipzig, semifinalista da Champions League, e ainda em reformulação depois da saída do seu artilheiro Timo Werner.
Outro time muito perigoso é o Duisburg, da terceira divisão. Costuma-se agigantar vez por outra quando o assunto é Copa da Alemanha. Algumas vezes se agigantou tanto que conseguiu chegar a quatro finais. Não venceu nenhuma, mas que deu um susto danado nos gigantes, isso deu. Foi assim na temporada 74/75, quando enfrentou o Borussia Dortmund na semifinal e eliminou os aurinegros após merecida vitória por 2x1. Coincidência ou não, esse confronto vai se repetir agora, 45 anos depois.
Pequeno detalhe: o apelido dos jogadores do Duisburg é Die Zebras. A verificar se no dia do confronto em 14 de setembro, as zebrinhas vão aprontar mais uma em cima dos aurinegros. Se for o caso, farão a festa do apostador. As bolsas de apostas estão pagando 13x1 para quem colocar suas fichas no Duisburg. Vai arriscar?
Gerd Wenzel começou no jornalismo esportivo em 1991 na TV Cultura de São Paulo, quando pela primeira vez foi exibida a Bundesliga no Brasil. Desde 2002, atua nos canais ESPN como especialista em futebol alemão. Semanalmente, às quintas, produz o Podcast "Bundesliga no Ar". A coluna Halbzeit sai às terças. Siga-o no Twitter, Facebook e no site Bundesliga.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos