SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

domingo, 6 de setembro de 2020

“Vimos a crise intensificar a guerra travada contra o jornalismo e a mídia”, explica Rasmus Nielsen do Instituto Reuters"

Em conversa com o mídia.JOR, Rasmus Nielsen, Diretor do Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo, da Universidade de Oxford, fala sobre sua pesquisa recente sobre a confiança na mídia, além dos desafios e oportunidades que enfrentamos na indústria de notícias e no jornalismo. Ele revela nesta entrevista resultados da pesquisa: “também descobrimos em Oxford que
houve aumento no número de pessoas que frequentemente evitam as notícias de forma deliberada porque considerá-las inúteis, que as deixam mal. Há um verdadeiro problema com alcance, que foi acentuado pela crise da Covid”. Sobre o modelo de negócio, Nielsen comenta sobre exemplos reais de sucesso, não apenas os grandes como o New York Times, mas organizações menores na Europa e na América do Norte, que estão mostrando o valor do jornalismo. “O público pode ser convencido a valorizar o jornalismo de maneira tangível, assinando ou sendo membro”, afirma o diretor do Instituto Reuters.
Essa questão também é levantada no mídia.JOR por Juan Señor, presidente da Innovation Media que, em sua apresentação, comenta as últimas tendências editoriais e comerciais do mercado. Segundo ele, “há um reconhecimento global, não só no Brasil, mas em todo o mundo de que, de fato, o jornalismo independente é valioso e deve ser pago”.
O presidente da Innovation Media reforça que “temos que parar de vender anúncios e começar a vender jornalismo”, e que este é o momento para se investir nas redações. Ao citar modelos de negócios, Señor afirma que muitos publishers estão adotando um modelo freemium. “As últimas notícias gratuitas, com a análise profunda, compreensão, jornalismo avançado sendo cobrados... É preciso vender esse jornalismo com confiança”, explica.
Em entrevista exclusiva ao mídia.JOR, o presidente e CEO da New York Times Company Mark Thompson lembra que este é um período em que o investimento é muito importante, e que “você não consegue sair dessa só apertando o cinto, como fazia nas recessões”, citando os riscos envolvidos. “Sem o investimento, se você tentar trabalhar o digital como uma pequena operação paralela, que ninguém leva a sério, há o risco de que nunca cresça adequadamente”, afirma Thompson.
Nielsen, do Instituto Reuters, lembra que “enquanto alguns estão prosperando, achando maneiras de superar a crise - e alguns até sairão mais fortes dela -, haverá um impacto drástico no jornalismo mundialmente”. Ao analisar o cenário pondera que o momento é crítico “vimos a crise intensificar a guerra travada contra o jornalismo e a mídia independente em muitos países”. No entanto, apesar de sombrio, “também é um momento em que o valor do jornalismo brilha”.

No vídeo, o diretor do Instituto Reuters explica que não acredita que a polaridade seja “em si algo ruim”, mas se mostra preocupado com a ingenuidade em relação aos políticos “vejo a preferência da classe política muito clara: Jornalismo e empresas jornalísticas não são prioridades. E a maioria dos políticos encara a mídia, na melhor hipótese, com indiferença benigna. Mais frequentemente, com hipocrisia, te dão a fala, mas não gostam muito de você e não farão nada para ajudar. E, no pior caso, com hostilidade escancarada.”
Veja abaixo trechos dos vídeos de Rasmus Nielsen, do Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo e de Mark Thompson, da New York Times Company, que você pode conferir na íntegra e on demand pelo nosso canal digital. Na próxima semana, no mídia.JOR, traremos uma conversa com Philip Smith, especialista de startups nos EUA e Fabiana Zanni, diretora de parcerias LATAM no Google sobre como desenvolver novos negócios de jornalismo e empreendedorismo no setor.

Sobre o mídia.JOR
“O dono do conteúdo na era do jornalismo compartilhado” é o tema do Mídia.JOR 2020. Com a curadoria de Lúcio Mesquita, especialistas e jornalistas compartilham experiências e falam sobre tendências no Brasil e no mundo. Conheça aqui o time de colaboradores.
Num formato inédito, o encontro inteligente do jornalismo tem edição digital e conteúdo 100% on demand para acessar, assistir e ler onde e quando preferir. Para conferir os conteúdos, acesse www.portalimprensa.com.br/midiajor.
Assessoria/Caminho Político
Foto:mídia.JOR
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos