Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

terça-feira, 20 de outubro de 2020

"Nós” não se desfazem sozinhos...

Sabe quando a correntinha de ouro embola e forma um nó bem emaranhado? Que só de olhar, causa até um arrepio? Um misto de raiva por ter enrolado, associado com a preguiça de desfazê-lo se faz presente. E embora saibamos que há solução para o problema, o simples fato de visualizar a situação, é algo desgastante...
Até que, em um dia iluminado, você resolve dedicar sua paciência e otimismo para a questão, e plim: Consegue desfazer o nó. Assim são os “nós” das nossas vidas: Enquanto não os encaramos e os resolvemos, eles ficarão entalados em nossa garganta, empatando nossos relacionamentos, e impedindo que possamos mostrar as pessoas à nossa volta, quem realmente somos e o que pretendemos.
“Nós”, são aquelas questões mal resolvidas. Referem-se ao sim que damos, quando na verdade queríamos dizer Não, e vice e versa.
Este não é um convite, para sermos os super sinceros, e sairmos por aí afora, cometendo “sincericídios”, longe disto. Mas precisamos ser honestos com a gente mesmo. Porque o que os outros pensam ao seu respeito, não muda quem você é. Assim, prender-se a sentimentos que não são seus, é uma tolice prejudicial a sua saúde.
É impossível controlar as atitudes das pessoas que estão à nossa volta, mas quando estamos posicionados de acordo com propósitos e valores pessoais, adquirimos autonomia para controlar a forma como nós reagimos a estes acontecimentos ao nosso redor.
Erros, não são sentenças, ao contrário, através deles podemos ressignificar a nossa caminhada.
Muitas vezes, os obstáculos que aparecem em nossos caminhos, são mantidos por nós mesmos, porque insistimos em procurar fora, soluções que precisam partir de dentro.
Quer ver só: O maior sonho da sua vida é se casar, não perde a chance de pesquisar vestidos de noiva e roupas para as madrinhas, mas seu namorado de longa data, já deixou bem claro, que nem pensa nisso. O que você faz? Se permite ter a chance de conhecer alguém com propósitos semelhantes ao seu, ou permanece ali, cultuando o seu “nó”?
Você detesta seu emprego, e sonha em trabalhar em um ramo diferente. E aí? Já distribuiu seu currículo nos lugares que almeja, e procurou se aprimorar na área deseja atuar, ou deixou seu planejamento no espectro abstrato, enquanto rega diariamente a terra do seu “nó”?
Você está completamente insatisfeito com seu corpo, mas continua carregando doce na bolsa e comendo fast food sentado no sofá, enquanto curte as postagens de quem tem o corpo que para você é o ideal, e cultua o “nó” da insatisfação pessoal no peito.
Poderíamos discorrer acerca de infinitos exemplos de “nós” que plantamos e regamos diariamente, porque a atitude para começar a desatá-lo, parece sempre tão difícil, que permitimos que procrastinação tome conta de nossas vidas.
Acontece, que os sonhos que almejamos realizar amanhã, dependem de atitudes a serem tomadas hoje. Precisamos deixar de olhar quanto falta para atingirmos nossas metas, e nos ater ao que estamos fazendo agora, para diminuir esta distância.
A cigarra riu e debochou da frágil e pequena formiga, que durante o verão, se esforçou diariamente para garantir alimento para o inverno...Eis que o frio chegou... Quem é que deu abrigo e alimento para a cigarra?
O mesmo ocorre em nossas vidas. As críticas, estarão sempre nos rondando, não importa o que você faça, ou de que lado você se posicione. A diferença que existe, é que as pessoas autênticas, por se conhecerem e se valorizarem, não temem mostrar aos outros quem elas genuinamente são. Enquanto aquelas, que por algum motivo, preferem não expor a sua essência, vão acumulando “nós” no decorrer de suas vidas.
E este reservatório que vai se formando, é extremamente perigoso, pois quando um “nó” embola no outro, a corrente acaba se partindo ao meio.
Nós da Denia Consultoria, pensamos que a felicidade é muito preciosa e particular, para ser delegada as mãos alheias. Por isso, todo planejamento pessoal precisa começar por dentro, pois o fruto, para brotar, precisa da força da raiz de sua árvore, assim como as nossas escolhas para serem assertivas, precisam estar respaldadas em nossa essência.
Não tenha “nós” de estimação! Encare-os, e desfaça um a um se preciso. Seja autêntico! Porque não saber o próprio valor, pode custar muito caro.
Comece por dentro.
Denia Consultoria – A equipe da é formada por Denia Alexandrina, consultora de imagem e marketing, há 40 anos no mercado; Fernanda Fae Figueiredo, que é fashion marketing; e Estela Fae de Barros que é psicóloga e especializada em marketing. Email: deniaconsultoriadeimagem@hotmail.com / @deniaconsultoria / www.deniaconsultoriadeimagem.com.br (65)99988-5003

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos